Quinta-feira, 18 de Julho de 2019
DELEGADO

PC faz reconstituição no rio Solimões para tentar descobrir pistas sobre delegado

Equipe de peritos desembarcou neste sábado (1) em Coari para tentar desvendar o misterioso sumiço de Thyago Garcez



1173192.jpg A Polícia Civil vai fazer a reconstituição do confronto entre traficantes de droga e policiais civis e militares no rio Solimões
17/12/2016 às 11:39

A Polícia Civil vai fazer a reconstituição do confronto entre traficantes de droga e policiais civis e militares no rio Solimões que resultou no desaparecimento do delegado da Thyago Garcez, ocorrido no dia 5 em Coari (a 363 quilômetros de Manaus). De acordo com o secretário de segurança pública, Sérgio Fontes, a reconstituição é fundamental para se entender a dinâmica dos fatos de como tudo aconteceu. A equipe que fará a reconstituição desembarca hoje em Coari e o trabalho deve se estender até terça-feira.

Achar o delegado vivo ou morto sempre foi a prioridade das buscas, que estão sendo realizadas na área em que ocorreu o confronto. Até ontem, só foram encontradas a submetralhadora e o colete que Thyago Garcez estava usando no dia em que desapareceu.

De acordo com o diretor do Departamento de Policiamento do Interior (DPI), Mariolino Brito, mais de 100 pessoas, entre peritos criminais, investigadores, bombeiros e policiais militares, estão envolvidas e embarcam na manhã de hoje com destino ao município. Devido à complexidade do caso e da extensão da área onde tudo aconteceu, a previsão é que a reconstituição dure até três dias para terminar.

“Nós queremos saber o que aconteceu e tirar todas as dúvidas que possam ter”, disse Sérgio Fontes. O secretário disse que as buscas ao delegado Thyago Garcez não tem data para terminar, assim como as investigações, que vão continuar sem tempo previsto para acabar.

O perímetro do local das buscas pelo delegado aumentou e se estende por toda a extensão do rio Solimões, nas proximidades dos municípios de Tefé, Codajás e Coari, conforme informou Mariolino Brito. De acordo com Sérgio Fontes, todo apoio está sendo dado para resgatar o delegado. Na mesma noite, assim que chegaram as informações do ocorrido, o tenente-coronel Pedro França acionou a Força Tática de Tefé e Coari que chegaram ao local em bom tempo e estão lá até agora. Ele destacou a participação da Marinha e do Exercito na ação.

O delegado Thiago Garcez sumiu após trocar tiros com traficantes durante uma operação fluvial no rio Solimões, quando foi apreendida aproximadamente uma tonelada de droga. Outros policiais estavam junto com Thyago conseguiram escapar e apenas ele desapareceu e ainda não foi localizado.

O confronto resultou também na prisão do brasileiro Teodoro Hilário de Lima, que pilotava a lancha dos traficantes, e na morte de dois colombianos que estavam transportando a droga. Um deles foi identificado como sendo Eriberto Salinas Triana, 29. Com a dupla foi apreendido um fuzil AK47 e uma pistola além de vários carregadores municiados.

Lancha roubada e tiroteio no rio

O delegado, o capitão da PM Harisson, mais dois soldados e um investigador da PC estavam investigando o furto de uma embarcação quando se depararam com um a lancha carregada com droga e ao fazer a apreensão receberam rajadas de tiros.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.