Domingo, 25 de Agosto de 2019
Notícias

Pesquisa Sensus mostra empate técnico entre Marina e Aécio às vésperas das eleições

O Instituto Sensus realizou 2.000 entrevistas entre terça e sexta-feira, em 136 municípios brasileiros. Na quinta-feira (2) foram divulgadas as pesquisas Datafolha e Ibope, que apontam a liderança com folga de Dilma Rousseff, enquanto Maria e Aécio brigam pelo segundo lugar



1.jpg Candidatos estão empatados tecnicamente às vésperas do pleito
03/10/2014 às 17:02

Pesquisa Sensus divulgada nesta sexta-feira (3) mostrou empate técnico entre Marina Silva (PSB) e Aécio Neves (PSDB) na disputa pelo segundo lugar na corrida presidencial, que tem como líder folgada a presidente Dilma Rousseff (PT).

Dilma foi a 37,3% das intenções de voto para o primeiro turno, ante 35,1% no levantamento anterior, Marina recuou a 22,5%, ante 25%, enquanto Aécio oscilou a 20,6%, ante 20,7%. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais.

Em simulação de segundo turno, Dilma tem 44% e Marina 37,6% - na anterior o placar era 40,5 a 40,4%.

Quando o confronto é entre Dilma e Aécio, a petista também vence: 45,8 a 36,9% - na pesquisa anterior a petista derrotava o tucano por um placar mais apertado, 43,4 a 38,2%.

Últimas pesquisas

As pesquisas mais acompanhadas pelos analistas são Ibope e Datafolha, que têm abrangência maior. Levantamento Datafolha divulgado na quinta-feira (2) mostrou Dilma com 40% e empate técnico entre Marina, com 24 %, e Aécio, com 21%. Pelo Ibope, a presidente tem 40%, a candidata do PSB soma 24% e o tucano aparece com 19%.

O Datafolha ouviu 12.022 pessoas entre quarta e quinta-feira em 433 municípios, enquanto o Ibope entrevistou 3.010 pessoas entre segunda e quarta-feira, em 205 municípios.

O Sensus realizou 2.000 entrevistas entre terça e sexta-feira, em 136 municípios.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.