Sábado, 20 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Notícias

Petrobras descobre nova acumulação de óleo e gás na Bacia petrolífera do Amazonas

Os primeiros testes realizados no poço, localizadas na região do Centro Amazonense entre os municípios de Coari e Tefé, comprovaram a presença de óleo leve e de gás em reservatórios arenosos


17/04/2015 às 17:00

A Petrobras informou nesta sexta-feira (17) a descoberta de uma nova acumulação de óleo e gás na Bacia do Amazonas, no Bloco AM-T-84.

A descoberta ocorreu durante a perfuração do poço 1-BRSA-1293-AM (nomenclatura ANP), informalmente conhecido como Jusante do Anebá. O poço foi perfurado até a profundidade final de 2.040 metros.

Os primeiros testes realizados no poço comprovaram a presença de óleo leve (de 47° API) e de gás em reservatórios arenosos, que se distribuem no intervalo entre as profundidades de 1.350 e 1.900 metros.

A Petrobras é a operadora da concessão (60%), em parceria com a Petrogal Brasil (40%). O consórcio dará continuidade aos trabalhos de avaliação dos reservatórios portadores de óleo e gás.

O Amazonas tem três poços exploratórios em atividade na bacia do Amazonas, correspondendo aqueles em que houve intervenção com sonda, incluindo um em avaliação, um em perfuração e outro em complementação. 

Dos poços exploratórios concluídos, dois estão na bacia do Solimões e dois na bacia do Amazonas, com profundidades que vão de 2064 e 3479 metros, de acordo com relatórioa da Agência Nacional do Petróleo (ANP). 

As reservas de petróleo e gás, localizadas na região do Centro Amazonense, são suficientes para serem exploradas pelos próximos 100 anos

publicidade
publicidade
Crianças vacinadas contra H1N1 no Amazonas precisam tomar a 2ª dose
UEA está com inscrições abertas para projeto Escola do Meio Ambiente (EMA)
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.