Publicidade
Cotidiano
CORRUPÇÃO

PF deflagra nova fase da Maus Caminhos com alvo em ex-secretários da Saúde do Amazonas

Wilson Alecrim, que comandou a Susam em dois períodos, de 2004 a 2008 e 2010 a 2015, foi conduzido por policiais federais na manhã de hoje (13) 13/12/2017 às 09:01 - Atualizado em 13/12/2017 às 16:32
acritica.com

A Polícia Federal do Amazonas, o Ministério Público Federal (MPF) e a Controladoria Geral da União (CGU) deflagraram na manhã desta quarta-feira (13), em Manaus, uma nova fase da operação Maus Caminhos com objetivo de combater um esquema criminoso que desviava verbas da Saúde do Estado. O alvo desta fase são ex-secretários da Saúde e outras autoridades como Wilson Alecrim, que comandou a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) em dois períodos, de 2004 a 2008 e 2010 a 2015.

Alecrim foi conduzido por policiais federais na manhã de hoje (13) no prédio onde reside, o Edifício Chopin, na rua Rio Madeira, bairro Nossa Senhora das Graças, na Zona Centro-Sul da cidade. O ex-secretário foi levado para a sede da Superintendência da PF, no bairro Dom Pedro, na Zona Centro-Oeste, porém o órgão não confirmou se o mesmo foi preso ou conduzido coercitivamente. Entretanto, segundo A CRÍTICA apurou há mandados de prisão contra autoridades.


Foto: Jair Araújo

No ano passado, Wilson Alecrim foi denunciado por possíveis irregularidades na contratação do Hospital Santa Júlia para realização de cirurgias cardíacas em crianças no Estado. A contratação ocorreu sem licitação.

A assessoria de comunicação da PF anunciou uma coletiva de imprensa para acontecer no final da manhã de hoje, às 11h.

Maus Caminhos 1


Foto: Jair Araujo

A primeira fase da Maus Caminhos aconteceu em novembro de 2016, quando foram presos o médico e empresário Mouhamad Moustafa e outros envolvidos acusados de participarem de uma quadrilha que desviou R$ 110 milhões de recursos públicos através de contratos com a Susam e empresas terceirizadas.

Os alvos da primeira fase, como o próprio Mouhamad, a advogada Priscila Marcolino e a enfermeira Jenifer Nayara Youchabel – ex-presidente do Instituto Novos Caminhos, entidade partícipe no esquema criminoso – já respondem judicialmente pelos crimes. No mês passado, novembro, eles prestaram depoimento na sede da Justiça Federal como réus da Maus Caminhos.

Outro secretário

Em delação premiada, a enfermeira Jenifer Nayara afirmou à Justiça Federal que o empresário e médico Mouhamad Moustafa chegou a pagar um apartamento para o filho de outro ex-secretário da Susam, Pedro Elias, que assumiu a secretaria em julho de 2015, após Wilson Alecrim. Elias comandou a Susam até janeiro deste ano, 2017.

Publicidade
Publicidade