Publicidade
Cotidiano
Notícias

PF investiga possível esquema de fraude no programa Mais Médicos

As investigações começaram após a UFMT informar que manteve contato com três universidades bolivianas que confirmaram que entre os inscritos no programa de revalidação, 41 pessoas nunca foram alunos ou não concluíram a graduação nessas instituições 18/10/2013 às 11:29
Show 1
Operação foi desencadeada na manhã desta sexta-feira (18)
acritica.com Manaus (AM)

A Polícia Federal desencadeou na manhã desta sexta-feira (18) a Operação Esculápio para investigar um esquema de uso de diplomas e documentos falsos para revalidação, na UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso), de diplomas de medicina obtidos no exterior. A ação ocorre no Amazonas e outros 13 estados da Federação.

Conforme noticiou a Polícia Federal ao portal de notícias UOL, "foram deferidos, pela 7ª Vara Criminal da Justiça Federal/MT, 41 mandados de busca e apreensão, que estão sendo cumpridos em: MT, AC, AL, AM, BA, CE, MA, MS, PR, PB, PE, RO, RS e SP".

Ainda de acordo com a PF, as investigações começaram após a UFMT informar que manteve contato com três universidades bolivianas que confirmaram que entre os inscritos no programa de revalidação, 41 pessoas nunca foram alunos ou não concluíram a graduação nessas instituições.

Os acusados deverão prestar esclarecimentos e podem ser responsabilizados pelos crimes de uso de documento falso e falsidade ideológica.

 

**Mais informações em instantes


Publicidade
Publicidade