Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
Referência mundial

Pioneiros na luta contra a pobreza vencem o Nobel de Economia de 2019

'Como resultado direto de um de seus estudos, mais de cinco milhões de crianças indianas se beneficiaram de programas eficazes de aulas de reforço na escola', afirmou a Academia Sueca



images__42__DAA1A182-2B62-4D1C-9855-62751DE7D80D.jpg Foto: Reprodução
14/10/2019 às 09:13

Os economistas Abhijit Banerjee, Esther Duflo e Michael Kremer ganharam o prêmio Nobel de Economia de 2019 por seus trabalhos no combate à pobreza global, anunciou nesta segunda-feira (14) a Real Academia Sueca de Ciências.

A franco-americana Duflo se torna apenas a segunda mulher ganhadora do Nobel de Economia nos 50 anos de história do prêmio, além da mais nova, aos 46 anos. Ela dividiu o prêmio igualmente com os norte-americanos Kremer e Banerjee, que nasceu na Índia.



A Academia disse que o trabalho dos três economistas mostrou como o problema da pobreza pode ser resolvido dividindo-o em questões menores e mais precisas em áreas como educação e saúde, facilitando o enfrentamento dos problemas.

“Como resultado direto de um de seus estudos, mais de cinco milhões de crianças indianas se beneficiaram de programas eficazes de aulas de reforço na escola”, afirmou a Academia em comunicado.

“Outro exemplo são os pesados subsídios para cuidados de saúde preventivos que foram introduzidos em muitos países”.

O prêmio de 9 milhões de coroas suecas (915 mil dólares) foi uma adição posterior aos cinco prêmios criados pelo testamento do industrial e inventor da dinamite, Alfred Nobel, estabelecido pelo banco central sueco e concedido pela primeira vez em 1969.

Economia é o último dos prêmios a ser anunciado, com os vencedores de medicina, física, química, literatura e paz já tendo sido revelados ao longo da semana passada.


Mais de Acritica.com

18 Nov
bradesco_C22DD61C-FE71-4FDD-BB1B-A5B7C048EF01.JPG

TRT11 celebra acordo de R$ 1,1 milhão entre Bradesco e ex-funcionária

18/11/2019 às 11:20

A bancária ingressou com reclamação trabalhista contra o HSBC e o Bradesco em novembro de 2016, pretendendo receber o pagamento de diferenças salariais, horas extras, tempo a disposição da instituição financeira durante as viagens, além indenização pelos danos morais sofridos no ambiente de trabalho


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.