Quinta-feira, 29 de Julho de 2021
MUDANÇA NO SALÁRIO

PL de vereador que revoga o aumento salarial já tramita na CMM

O Projeto de Lei de do vereador Rodrigo Guedes solicita que o salário permaneça no valor de R$ 15 mil, ao contrário do aumento para R$ 18,9 mil, aprovado na legislatura anterior



5a441bb5-c8e1-4eb1-a9de-9507fee387e0_D4E39DFA-8216-4746-BD5A-6D7C40A665CF.jpg Foto: Divulgação
16/02/2021 às 08:55

O projeto de lei 001/21, de autoria do vereador Rodrigo Guedes (PSC), que revoga o aumento de salário de vereadores, aprovado pela legislatura anterior, já está em tramitação nas Comissões da Câmara Municipal de Manaus (CMM).

A lei municipal 481/20, oriunda do PL 370/20, aumentou em 26% o salário dos vereadores passando de R$ 15 mil para R$ 18,9 mil e a medida passa a valer a partir de 2022. O PL do vereador solicita que o salário permaneça no valor de R$ 15 mil.



A medida deve passar, esta semana, pela Comissão de Constituição e Justiça e Redação (CCJR) e se aprovada por esta comissão, será encaminhada à Comissão de Finanças, Economia e Orçamento (CFEO).

Para Rodrigo Guedes, o aumento de salários dos vereadores nesse momento é uma medida inoportuna, tendo em vista a crise econômica e o alto índice de desemprego em decorrência da Covid-19.

“Mesmo que tenha justificativa do ponto de vista técnico, no sentido de que há orçamento aqui da Câmara para este aumento de salário do ponto de vista moral e ético é algo inaceitável”, disse o vereador.

“Estamos em um momento de crise econômica e social muito forte. As pessoas querem ações concretas de moralização da coisa pública. Os vereadores argumentam que estão desde 2012 sem nenhum reajuste salarial. Mas não é o momento, de forma alguma”, concluiu.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.