Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019
palestra

Plataformas abertas de internet é tema de palestra gratuita na UEA

As inscrições devem ser realizadas a partir desta quarta-feira (8), somente no aplicativo "Samsung Ocean", disponível no Google Play. O curso oferece 150 vagas



_ndiceaa.jpg Centro de Treinamento Samsung Ocean, instalado na Universidade do Estado do Amazonas (FOTO: JOELMA SANMELO/UEA)
07/06/2016 às 12:03

O Centro de Treinamento Samsung Ocean, instalado na Universidade do Estado do Amazonas (UEA), promove palestra gratuita Com o tema: "Plataformas Abertas de Internet das Coisas e sua Aplicação em Cidades". A atividade ocorrerá na sexta-feira (10), às 16h, na Escola Superior de Tecnologia (EST), situada na avenida Darcy Vargas, n° 1200, Parque Dez de Novembro, zona centro-sul.

As inscrições devem ser realizadas a partir desta quarta-feira (8), somente no aplicativo "Samsung Ocean", disponível no Google Play. O curso oferece 150 vagas.

A palestra será ministrada pelo professor da Universidade de São Paulo (USP) e coordenador do Instituto de Estudos Brasil Europa (IBE), Moacyr Martucci. Ele possui graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade de São Paulo (1973), graduação em Bacharelado em Física pela Universidade de São Paulo (1975), mestrado em Engenharia Elétrica pela Universidade de São Paulo (1977) e doutorado em Engenharia Elétrica pela Universidade de São Paulo (1982). 

O professor Moacyr Martucci também tem experiência na área de Engenharia Elétrica, com ênfase em Automação Eletrônica de Processos Elétricos e Industriais, atuando principalmente nos seguintes temas: sistemas abertos, sistemas de automação, sistemas distribuídos, Internet do Futuro, Sistemas móveis, arquitetura distribuída, automação bancária e engenharia de computação.

Samsung Ocean - Inaugurado em junho de 2014, o Centro de Treinamento e Capacitação Samsung Ocean é resultado da parceria entre UEA e Samsung Brasil. Os laboratórios são os primeiros do tipo fora da sede da empresa, na Coreia do Sul.

No local, são oferecidos cursos de livres (aulas de aproximadamente 4 horas sobre o que há de mais novo em tecnologia para criação de conteúdos para dispositivos móveis) e intensivos (cursos semestrais com 200 horas de carga horária). O objetivo é promover a formação de empreendedores digitais e com isso a criação de "start-ups", fomentando o ecossistema brasileiro de Jogos Digitais.


*Com informações da assessoria de comunicação.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.