Segunda-feira, 20 de Janeiro de 2020
SERVIÇO

Plataformas digitais oferecem hospedagem para pets durante viagem dos donos

É oferecido o serviço de cuidadores para animais enquanto você viaja sem preocupação e se mantém atualizado de tudo o que está acontecendo com o bichinho



cuidados-na-hora-de-viajar-com-seu-cachorro58-1-thumb-570.jpg Através dos aplicativos você pode encontrar um lar para seu animal enquanto viaja.
23/02/2018 às 15:33

O dilema sobre o que fazer com seu animal de estimação na hora de viajar acabou. Nem sempre dá pra levar o pet e a ansiedade do melhor cuidador para eles é um conflito que surge em todos os donos. E foi pensando nessa angústia que plataformas como DogHero foram criadas. (www.doghero.com.br)

A proposta é trabalhar de um jeito diferente dos hotéis para cães convencionais. O segredo é usar a hospedagem domiciliar, onde você encontra um anfitrião próximo e que cuidará de seu cãozinho enquanto estiver fora durante um período pré-determinado, seguindo as suas recomendações e a rotina com as quais ele já está acostumado.



Desse modo, essas plataformas oferecem uma opção mais carinhosa e barata para deixar o seu amigo enquanto você viaja. Além de disponibilizarem várias outras vantagens como uma garantia veterinária e até a chance do seu animal fazer um novo amigo.

Anfitriões

A maior bonificação de usar esses anfitriões é ter a certeza que todos eles têm algo em comum: são completamente apaixonados pelo que fazem e passaram por um rigoroso processo de aprovação.

Nessa entrevista, eles avaliam a rotina da pessoa, o espaço onde ela vive, os animais que ela já tem - se ela tiver -, entre outros pontos. Se o candidato for aprovado, ele terá um perfil criado no site e poderá receber hóspedes em sua casa. Nesse perfil, será possível ver fotos do local onde o anfitrião mora - e onde irá receber seu pet - , informações sobre ele e avaliações de outros usuários. Ou seja, você também pode se tornar um anfitrião se quiser.

Sucesso

A iniciativa tem feito tanto sucesso que várias celebridades já se mostraram fãs da plataforma. Leo Young, vencendor da
penúltima edição do Masterchef Brasil, em sua última viagem para Manaus deixou seu pequeno na casa de um anfitrião do DogHero. “Fiquei amassando muito a minha bola de pêlo pós-viagem a Manaus! Quem tem cachorro sabe como é, nem sempre dá pra levá-los nas viagens, por isso recomendo esse aplicativo”, disse.

Outra plataforma segue a mesma ideologia no Brasil, com diferencial que abriga todo o tipo de pets: cães, gatos, passarinhos, assim como répteis e roedores são bem-vindos e podem se hospedar nos lares dos “anjos” da Pet Anjo. “Mais do que hospedar e passear com um bichinho, nosso objetivo é deixar o tutor tranquilo, por meio da confiança nos anjos que possuem o treinamento internacional. Os cursos ensinam noções básicas de comportamento animal, primeiros socorros e até como lidar com o cliente”, explica Carolina Rocha, cofundadora da Pet Anjo.

Saiba Mais

 A plataforma Pet Anjo (www.petanjo.com) foi fundada em 2014 pela médica veterinária e especialista em comportamento animal Dra. Carolina Rocha e pelo engenheiro Thiago Petersen, é o único marketplace de serviços pet do Brasil com certificações internacionais, com o   intuito de oferecer uma comunidade de “pet lovers” e disponibilizar serviços de hospedagem familiar, pet sitter (babá para animais), dog walker   (passeador para cães), além de banho em domicílio. O valor do passeio varia entre R$15 e R$40, R$25 e R$70 para pet sitter e a hospedagem   entre R$25 e R$120, sendo que 30% da taxa dos serviços é direcionada para a empresa, enquanto o anjo obtém 70% do valor. uma opção   mais carinhosa e barata para deixar o seu amigo enquanto você viaja. Além de disponibilizarem várias outras vantagens como uma garantia   veterinária e até a chance do seu animal fazer um novo amigo.


Mais de Acritica.com

20 Jan
trans_8C3DB8BB-BCF9-43E8-B068-3BED79D3DBF5.JPG

Mutirão retifica nomes e assegura identidade de travestis e transsexuais

20/01/2020 às 20:27

Como o procedimento feito diretamente no cartório não é tão simples (a lista de documentos exigidos é extensa) e nem sempre é barato (custa em média entre R$350 a R$ 400), a ação visa não somente facilitar a vida das pessoas transexuais que desejam alterar o nome e gênero de registro em sua documentação de nascimento, como também vai acompanhar e custear a certidão de tabelionato de protestos


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.