Publicidade
Cotidiano
Notícias

Polícia apreende 200 quilos de droga em casas de condomínio de luxo na Ponta Negra

Armas e munições também foram apreendidas e várias pessoas detidas para prestar esclarecimento, mas somente dois homens ficaram presos: Williams Rodrigues Maia, 27, o “Loirinho”, e Adriano José Cavalcante da Silva. O número total de detidos não foi informado 26/03/2015 às 18:08
Show 1
Polícia apreendeu 200 quilos de droga em casas de condomínio de luxo na Ponta Negra
VINICIUS LEAL E JOANA QUEIROZ Manaus

CONFIRA AQUI A GALERIA DE IMAGENS 

Mais de 200 quilos de droga, avaliados em mais de R$ 1 milhão, foram apreendidos em duas residências no condomínio de luxo Residencial Ponta Negra I, localizado no bairro Ponta Negra, na Zona Oeste de Manaus, na manhã desta quinta-feira (26).

Armas e munições também foram apreendidas e várias pessoas detidas para prestar esclarecimento, mas somente dois homens ficaram presos: Williams Rodrigues Maia, 27, o “Loirinho”, e Adriano José Cavalcante da Silva. O número total de detidos não foi informado.

Segundo o delegado Samir Freitas, do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), cinco armas foram apreendidas: um pistola PT.100, dois revólveres 38, uma pistola 940, uma espingarda calibre 12 com cano modificado e material de preparo e refino.

A polícia localizou ainda um veículo Ford Ka, onde estava “Loirinho”, e uma motocicleta que dava apoio, conduzida por Adriano.


Dois foram presos (Foto: Evandro Seixas)

Conforme o delegado, os policiais seguiram o carro e fizeram abordagem, e conseguiram chegar até o condomínio de luxo, em duas casas alugadas e ainda em construção, sem móveis, utilizadas só para guardar a droga. Um veículo Hilux também foi apreendido.

 “Loirinho” e Adriano serão autuados por tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo, e depois eles serão encaminhados para a cadeia pública de Manaus. Eles estão sendo investigados em pelo menos dois meses.

Além do Denarc, também participaram da ação policiais da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai) e do Grupo Força Especial Resgate e Assalto (Fera). Do início do ano até agora, a Polícia Civil já apreendeu duas toneladas de droga.

Publicidade
Publicidade