Publicidade
Cotidiano
Notícias

Polícia Civil deflagra operação ‘Eirene’ para reprimir a criminalidade em Iranduba/AM

A operação, batizada com um termo bíblico que significa paz, tem como principal objetivo combater a criminalidade e prevenir a população do município 23/02/2015 às 11:25
Show 1
A operação batizada de Eirene - termo bíblico que significa paz - teve o objetivo de combater a criminalidade e prevenir a população do município de Iranduba
acritica.com ---

“Eu fico muito feliz com este trabalho que a Polícia Civil está realizando aqui em Iranduba. Acredito que todos os cidadãos de bem que moram no município, assim como eu, estão muito honrados com a presença destes policiais, que vieram trabalhar com seriedade para inibir práticas criminosas na nossa cidade”. Este é o relato do comerciante Ademar Sena Morais, 52, morador há 39 anos de Iranduba, distante 27 quilômetros em linha reta da capital, que acompanhou a deflagração da Operação Eirene, realizada pela Polícia Civil na noite deste sábado, 21, no município.

A operação batizada de Eirene - termo bíblico que significa paz - teve o objetivo de combater a criminalidade e prevenir a população do município de Iranduba. Os trabalhos foram comandados pelo delegado geral de Polícia Civil do Amazonas, Orlando Amaral, e o delegado geral adjunto, Raimundo Acioly, e coordenados pelos delegados Carlos Augusto Monteiro, Diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI), e Paulo Mavignier, titular da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada no município.

A ação iniciou-se por volta das 18h e contou com efetivo de 75 policiais civis lotados nos Distritos Integrados de Polícia (DIPs), Delegacias Especializadas, Seccionais, e também, nos Departamentos Estaduais de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc), de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), e de Operações Aéreas (DOA), além de componentes do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) e o apoio de agentes do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-Am).

A Delegacia Móvel (Delmov) também esteve presente para atender eventuais ocorrências. Os trabalhos consistiram na fiscalização de licenças e alvarás de funcionamento de bares e casas de show na cidade, na averiguação da presença de crianças e adolescentes em situações de risco e na realização de bliteze, que foram posicionadas em vários pontos da cidade.

Foram feitos ainda, patrulhamentos nas ruas da cidade, e nos rios, por meio da Delegacia Fluvial (Deflu). No patrulhamento aéreo, a operação contou com a atuação dos integrantes do DOA. No decorrer da operação, foram abordados cerca de 300 veículos automotores, desses, foram apreendidas 19 motocicletas e dois carros irregulares.

Os agentes do Detran-Am realizaram 40 autos de infração, recolheram 17 Certificados de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) e três Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH). Na sede da 31ª delegacia, foi realizado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), por posse de drogas.

O delegado Paulo Mavignier, titular da 31ª DIP, informou que já é realizado um estudo permanente de todas as zonas críticas do município e, com a deflagração desta operação, a Polícia Civil ajudou a minimizar a criminalidade em Iranduba. “Nunca tinha visto um trabalho deste porte aqui no nosso município. Graças ao esforço do delegado geral e do DPI, conseguimos dar uma resposta à população. Já estou sabendo da repercussão positiva do trabalho que realizamos hoje e muitos estão felizes com a presença da Polícia Civil na nossa cidade”.

O diretor do DPI, delegado Carlos Augusto Monteiro, destacou a finalidade estratégica da operação na cidade, que faz parte da região metropolitana de Manaus. “Iranduba é um município que fica muito próximo à capital e, nos fins de semana, a população duplica, por isso a importância de estarmos aqui. Como o significado do nome desta operação mesmo diz: viemos trazer a paz para população local e contribuir para o aumento da sensação de segurança”, declarou.

O delegado geral, Orlando Amaral, que comandou a operação in loco, ressaltou que a ação foi desencadeada para dar reforço ao policiamento que já existe no município de Iranduba. Ao longo dos trabalhos, o novo gestor da instituição foi cumprimentado e elogiado por populares que aprovaram a iniciativa.

“Nós recebemos a visita do prefeito e de alguns vereadores de Iranduba, informando que no município estavam ocorrendo alguns crimes, como roubos, furtos, tráfico de drogas e até mesmo homicídios. Diante disto, trouxemos esta quantidade de policiais das delegacias especializadas e dos distritos, com apoio do Detran, para realizarmos essa operação e coibir qualquer prática criminosa”, frisou o chefe da Polícia Civil.

Na ocasião, Orlando Amaral destacou que a operação irá se repetir no decorrer da semana. “Iremos continuar realizando este trabalho para tentarmos fornecer a segurança que o município tanto precisa, além de inibir a ação dos bandidos”, concluiu o delegado geral.

*Com informações da assessoria de imprensa da Polícia Civil do Amazonas

Publicidade
Publicidade