Publicidade
Cotidiano
Notícias

Polícia confirma: cabeça encontrada em mala era de ex-chefe do tráfico

A polícia Civil confirmou a informação durante coletiva de imprensa. A mala foi encontrada na manhã desta segunda-feira (27) boiando nas águas próximo da Ponte Rio Negro, em Manaus 27/05/2013 às 17:47
Show 1
Frankzinho havia sido transferido para Campo Grande em dezembro de 2012
acritica.com* Manaus (AM)

Em coletiva à imprensa realizada na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), na tarde desta segunda-feira (27), o delegado Antônio Rondon confirmou que uma das cabeças encontradas em uma mala nesta manhã no rio Negro é mesmo do traficante conhecido como ‘Frankzinho do 40’, que estava foragido de penitenciária do Amazonas.

Ainda não se tem confirmação se o outro corpo encontrado na mesma mala é de Antônio Carlos da Costa Uchoa, o ‘Tonga’, com quem Frankzinho teria escapado do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) no último dia 17 de maio.

De acordo com informações da polícia, a partir de agora, as investigações serão direcionadas para saber quem foi o autor do crime. As imagens das câmeras de segurança do Compaj serão novamente analisadas para saber quem recepcionou Frankzinho e Tonga de carro na saída da penitenciária.

Traficante e homicida

Frank Oliveira da Silva, o “Frankzinho do 40”, era traficante de drogas e por muitos anos dominou o tráfico nos bairros da Zona Sul, em especial no Morro da Liberdade e no Igarapé do 40. Ele é acusado de vários homicídios e também de envolvimento na suposta organização criminosa comandada pelo ex-deputado estadual, Wallace Souza, já falecido. Em dezembro do ano passado ele foi transferido para cumprir pena em presídio federal.

Quando retornou para Manaus, em maio, Frankzinho do 40 passou a ser ameaçado de morte pela facção criminosa conhecida como “Família do Norte”, a FDN, comandada por Zé Roberto da Compensa, Gelson Carnaúba e João Branco.

De acordo com a esposa de Frankzinho do 40, identificada apenas como ‘Val’, um interno disse ter visto seu marido saindo do presídio na companhia de um outro interno, o assaltante Antônio Carlos da Costa Uchoa o “Tonga” e entrando em um carro branco. No interior do mesmo estaria um traficante que comanda o tráfico na área do Mutirão, Zona Leste, identificado como “Marquinhos”. Marquinhos é suspeito de ser soldado do traficante Cloves Fernandes, irmão de“Zé Roberto da Compensa, um dos chefes da FDN, que está cumprindo pena em penitenciária Federal fora do estado.

*com informações do jornalista Náferson Cruz.

Leia mais na edição impressa desta terça-feira (28) do jornal A Crítica.

Publicidade
Publicidade