Publicidade
Cotidiano
Notícias

Polícia de RR captura suspeito de matar criança de 10 anos em Manaus em julho deste ano

Anderson Gustavo Ferreira, 23, foi preso, junto com outros dois indivíduos. Eles são suspeitos de terem roubado uma loteria em Boa Vista na segunda-feira (15) 17/09/2014 às 20:11
Show 1
Emilly foi morta na rua Praia do Mosqueiro, comunidade Campos Sales, bairro Tarumã, Zona Oeste
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Anderson Gustavo Ferreira, 23, procurado pelo assassinato da menina Emilly Caroline Moreira de Carvalho, 10, no dia 30 de julho deste ano, foi capturado nesta terça-feira (16) pela Polícia Civil do Estado de Roraima, junto com outros dois indivíduos. Eles foram presos pela suspeita de terem roubado uma loteria em Boa Vista na segunda-feira (15).

Segundo a delegada titular do 2º Distrito Policial (DP), Catherine Saraiva, que comandou as investigações, o roubo, com emprego de arma de fogo, ocorreu por volta de 12h40 da segunda-feira (15). Dois homens entraram na Loteria Canarinho, localizado no bairro boa-vistense Pricumã, sendo que um estava em posse de um revólver calibre 38 e o outro de uma pistola.

De acordo com o gerente da lotérica, Kléber Correia, disse que, por volta das 9h daquele dia, os dois acusados do crime estiveram no estabelecimento. Eles se passaram como clientes, chegaram a pagar um jogo e depois voltaram para praticar o crime. "Um deles estava com o capacete e o outro estava com o rosto um poucodescoberto, o que facilitou na identificação deles. Estavam violentos, queriam dinheiro, ameaçaram a todos, chegaram a quebrar o vidro para roubar o dinheiro. Logo após o crime, acionamos a polícia", disse o gerente, que informou que no momento do crime, não havia segurança armada no estabelecimento.

As investigações apontaram que Anderson Gustavo Ferreira, 23, é apontado como sendo apessoa que foi aos caixas da lotérica e pegou o dinheiro enquanto Eurimaico Nascimento da Silva, 26, apelidado de "Baianinho", ficou na porta do estabelecimento dando cobertura, fazendo a vigilância e impedindo a saída de clientes. Ele também assaltou um cliente que estava na fila. Segundo a gerência da Lotérica, cerca de R$ 12,8 mil reais foram levados pelos ladrões. No entanto, na Delegacia, eles alegaram que roubaram somente R$ 6 mil.

Após o crime, segundo a delegada, a equipe do 2º DP analisou as imagens da câmera de monitoramento e, com o apoio da equipe da Divisão de Captura da Secretaria de Justiça e Cidadania (Dicap/Sejuc) e de policiais amazonenses da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (Dehs), conseguiu identificar Anderson Ferreira, procurado no Estado do Amazonas pelo assassinato da menina Emilly Caroline Moreira de Carvalho. A menina de dez anos morreu após ser atingida por uma bala perdida no bairro Campos Sales, em Manaus, no dia 30 de julho deste ano. Por conta disso, ele já tinha mandado de prisão expedido em seu nome pela Justiça do Amazonas.

Morte por engano

No final da tarde de terça-feira (16), os policiais prenderam Eurimaico e Anderson. Este último tinha alugado um apartamento na Zona Oeste de Boa Vista. Ele contou à Polícia de Roraima que estava escondido no Estado desde que matara, por engano, a menina Emilly de Carvalho. Segundo o suspeito, ele havia sido contratado para matar um homem e, durante a execução do crime, acabou atingindo a criança.

Anderson, que também responde pelo crime de roubo no Amazonas, ainda usava uma identidade falsa no nome de Raimundo da Silva, chegando a portar uma certidão de nascimento com este nome. 

No apartamento dele, os policiais prenderam o monitor de recreação Giocondo Nascimento Lopes, 35, que, segundo Anderson, lhe levava comida, mesmo sabendo que era foragido da Polícia do Amazonas. Os três homens foram autuados em flagrante por roubo qualificado e Anderson foi autuado também por uso de documento falso. 

Apreensão

Com os acusados Anderson e Eurimaico, os policiais apreenderamduas motocicletas, as duas armas de fogo usadas no crime da lotérica e, ainda, a importância de R$ 1.800,00.

Anderson Ferreira contou que após o crime na Loteria, foram até o apartamento de Eurimaico, onde dividiram odinheiro. Com a parte que lhe coube, Eurimaico comprou uma motocicleta, que foi apreendida.

Pistola da SSP

Uma das armas utilizada no crime da lotérica, a pistola PT-100 calibre .40, é pertencente ao Sistema de Segurança Pública. O secretário de Segurança Pública, Amadeu Soares esclareceu que as armas das forças policiais são adquiridas pela secretaria e distribuídas às instituições. No caso da pistola em questão, a arma pertence a carga da Polícia Militar. O secretário disse que arma é acautelada a policiais e que está sendo feita uma investigação para saber como que foi parar nas mãos de criminosos. "A arma pode ter sido furtada, mas as investigações vão esclarecer todosesses detalhes", disse.

Outros crimes

Amadeu Soares acredita que outras pessoas podem ter sido vítimas da dupla acusada do roubo na lotérica. Ele acredita que, após a divulgação da imagem deles, as vítimas devem identificá-los. Quanto ao acusado Anderson, o secretário disse que a morte da menina Emilly ocorrida em Manaus causou grande comoção e que está sendo solicitada da Justiça a autorização para transportá-lo para o Amazonas.

Publicidade
Publicidade