Terça-feira, 23 de Julho de 2019
Notícias

Polícia deflagra ação ‘Albano’ para combater o tráfico de drogas na Redenção, em Manaus

Conhecido traficante da área, chamado Albano, era para estar cumprindo pena no regime aberto domiciliar, mas não foi encontrado em casa. Segundo PC, a família do criminoso também é envolvida com o tráfico



1.gif Nem armas, nem drogas foram encontrados pela polícia na casa do traficante Albano. A família dele é envolvida no tráfico
05/11/2014 às 09:34

A Policia Civil deflagrou, na manhã de ontem, a ação policial “Albano”, com objetivo de dar cumprimento a quatro mandados de busca e apreensão em quatro residências localizadas no beco Cruzeiro do Sul, bairro Redenção, Zona Centro-Oeste, pertencentes à família do traficante Hélio Albano, que segundo a polícia, é quem comanda o tráfico de droga na Redenção.

A ação foi comandada pelo delegado da Delegacia Especializada em Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre), George Gomes ,com apoio dos policiais do grupo Fera e do 17ª Distrito integrado de Polícia (DIP). A operação iniciou por volta das 10h e encerrou ao meio-dia.

Segundo o delegado, as buscas nas residências tinham como objetivo a procura por armas e por drogas. Naquele momento, nada foi encontrado, nem mesmo o dono da casa, o traficante Albano, que deveria estar cumprindo prisão domiciliar. O delegado disse que vai comunicar o juiz da Vara de Execuções Penais (VEP) sobre a ausência de Albano.

Os policiais entraram nas casas e fizeram buscas em todos os ambientes. Moradores do local disseram que o tráfico acontece a qualquer hora, mas que é no domingo que a situação fica perigosa, com a presença de usuários. “Eles brigam, se ferem, passam aqui na frente da minha casa feridos e aí chega o Samu e a polícia criando um tumulto generalizado”, disse uma moradora do local, que não quis se identificar.

De acordo com George Gomes, o tráfico de drogas no local conhecido como “Buracão da Redenção” acontece há anos e sempre foi comandado por Hélio, que depois passou para os filhos. Atualmente, todos os filhos respondem processos na Justiça e três deles ainda estão presos.

Eliésio Albano, o “Neguinho”, 18, é considerado pela polícia como o criminosos mais perigoso da família. Ele foi preso no dia 14 no mês passado, acusado de ter participado da morte de Mateus da Silva Costa, 35, e tentar matar Josilane Aparecida Canave Ferreira, 30.

O crime foi motivado por pela cobrança de uma dívida no valor de R$ 900 que Mateus teria contraído com os traficantes. Eliésio foi preso suspeito de ter dado cobertura aos assassinos de Mateus. A filha de Hélio, Elizângela Albano, a “Nenem”, está presa e responde a dois processos por tráfico de drogas, e o irmão, Mauro Albano, o “Phecheca”, está preso na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP) acusado da morte de Celcyfran Almeida da Silva. Juarez Albano está solto, inserido no projeto Reeducar do Tribunal de Justiça.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.