Publicidade
Cotidiano
OPERAÇÃO PANATENAICO

Polícia Federal prende assessor de Temer e ex-governadores do DF

A ação investiga uma organização criminosa que fraudou e desviou recursos das obras de reforma do Estádio Nacional Mané Garrincha para Copa do Mundo de Futebol de 2014 23/05/2017 às 09:30
Show tadeu filippelli
Tadeu Filippelli é o atual assessor especial de Michel Temer
Fabio Serapião, Julia Affonso e Fausto Macedo - Agência Estado

A Polícia Federal prendeu nesta terça-feira, 23, o ex-vice-governador de Brasília, Tadeu Filippelli (PMDB), atual assessor especial do presidente Michel Temer, e os ex-governador José Roberto Arruda (PR) e Agnelo Queiroz (PT) na Operação Panatenaico.

A ação investiga uma organização criminosa que fraudou e desviou recursos das obras de reforma do Estádio Nacional Mané Garrincha para Copa do Mundo de Futebol de 2014.

O superfaturamento desta obra pode ter chegado a quase R$ 1 bilhão. Ela estava orçada em cerca de R$ 600 milhões inicialmente, mas acabou custando, ao fim, em 2014, R$ 1,575 bilhão. Foi a mais cara arena de toda Copa daquele ano.

 

Publicidade
Publicidade