Publicidade
Cotidiano
IPIXUNA

Polícia investiga incêndio criminoso em escola no interior do Amazonas

Galão com restos de gasolina foi encontrado no local e apreendido pela polícia. Caso não deixou vítimas 01/11/2017 às 12:30 - Atualizado em 01/11/2017 às 13:48
Show ec5e8314 bfd1 41cd af4c 5f0df4ace05f
Fogo teria começado no depósito da escola (Foto: Divulgação)
Oswaldo Neto Manaus (AM)

A Polícia Civil do Amazonas abriu uma investigação para identificar o autor de um incêndio em uma escola no município de Ipixuna, localizado a 1.367 quilômetros de Manaus, ocorrido na madrugada dessa terça-feira (31). O fogo destruiu todo o material no local e não deixou vítimas. Um galão de gasolina foi encontrado durante perícia, e a polícia acredita que o incêndio tenha sido proposital.

O caso ocorreu na Escola Estadual Ipixuna. De acordo com o delegado José Sávio, da 67ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), por volta de 00h30 os policiais militares receberam denúncia informando sobre as chamas na escola. Ao chegarem, o efetivo constatou que o incêndio era de grandes proporções.

Sávio informou que no lugar estavam o gestor da escola e um professor. Populares e policiais se mobilizaram para apagar o fogo, já que no município não há efetivo do Corpo de Bombeiros. Ainda segundo o delegado, o incêndio teria iniciado no depósito da escola, onde estavam armazenados diversos materiais que ajudaram na propagação do fogo.

As chamas só foram controladas por volta das 5h de ontem. Um galão de 20 litros foi encontrado no interior da escola com restos de gasolina, o que faz a polícia acreditar que o incêndio foi criminoso. O material foi apreendido e apresentado na 67ª DIP.

Um Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado pelo gestor da escola. Ele infirmou que o incêndio havia causado danos na estrutura física do prédio, que já havia sido interditado pela Defesa Civil. A Polícia Civil investiga o caso.

Publicidade
Publicidade