Publicidade
Cotidiano
Notícias

Polícia Militar lança operação ‘Natal Feliz’ para fazer segurança no período de fim de ano

PM promete reforçar policiamento a pé e motorizado, principalmente nas áreas comerciais onde há maior movimentação de pessoas, na capital e no interior do Estado 12/11/2015 às 10:58
Show 1
Região comercial no Centro de Manaus será foco do policiamento da PM
Joana Queiroz Manaus

A Polícia Militar do Amazonas colocará nas ruas de Manaus a partir desta sexta-feira (13) a Operação Natal Feliz, onde haverá reforço no policiamento durante o período das festas do final do ano, conforme informou o comandante do Comando do Policiamento Metropolitano (CPM) Franclides Ribeiro.

O objetivo é reprimir a criminalidade e garantir a tranquilidade dos cidadãos amazonenses durante os meses de novembro e dezembro, período em que o comércio fica aquecido com o pagamento do 13º salário e a realização das tradicionais festas de fim de ano. O lançamento da operação será às 9h desta sexta.

Segundo o comandante do CPM, desde a semana passada o policiamento já vem sendo reforçado, principalmente nas áreas comerciais onde há maior movimentação de pessoas. Ftanclides informou que o policiamento.

O comandante informou que o policiamento nessas áreas será feito a pé, com as duplas Cosme Damião e Romeu e Julieta, e também motorizado. “Vamos colocar 100 homes só no Centro. As outras áreas, como Vieiralves, Educandos e zonas Leste e Norte também serão contempladas”.

O subcomandante da PM, Rubens de Sá, destacou que o objetivo é reduzir em 10% a criminalidade nas áreas comerciais de Manaus e nos municípios do interior do Estado. “Temos em meta não somente atingir as áreas comerciais, como todas as demais regiões de mancha criminal, apontadas por meio de estudo do setor de estatística e de inteligência da PM”, explicou.

De acordo com a PM, o trabalho vai envolver tropas operacionais subordinadas aos Comandos de Policiamento Metropolitano (CPM), de Policiamento Especializado (CPE), de Policiamento Ambiental (CPAmb) e do Interior (CPI), além do reforço na capital de efetivo das unidades administrativas, academia de polícia e do centro de formação de praças. Dentre as quais, Rondas Ostensivas Cândido Mariano (ROCAM), Batalhão de Choque e Força Tática.

Publicidade
Publicidade