Publicidade
Cotidiano
Notícias

Polícia não tem pistas sobre criminosos que invadiram resort no fim se semana

Homens armados invadiram o Amazônia Resort onde havia 300 hóspedes, destes 40 foram mantidos reféns 09/08/2015 às 19:33
Show 1
A polícia está investigando o assalto ocorrido no Amazônia Golf Resort, na rodovia AM-010, em Rio Preto da Eva
joana queiroz ---

A polícia ainda não sabe ao certo quantos criminosos fortemente armados invadiram o Amazônia Golf Resort na rodovia AM-010, no município de Rio Preto da Eva (a 85 quilômetros de Manaus). Os assaltantes deixaram em pânico  mais de 300 hóspedes, entre  oficiais da Polícia Militar, delegados, juízes e promotores, além de empresários, que escolheram o hotel para comemorar o “Dia dos Pais”.

De acordo com os hóspedes, foram mais de 30 minutos de terror com troca de tiros. Ao menos 40 hóspedes foram feitos reféns. Após subtraírem os pertences das vítimas (dinheiro relógios, celulares, anéis, cordões e relógios), os criminosos evadiram-se do local pelas matas em um veículo roubado.

O prejuízo das vítimas só não foi maior porque entre os hóspedes estavam três policiais, sendo dois oficiais, que reagiram ao assalto e conseguiram fazer cessar a ação dos ladrões.

Ainda de acordo com os hóspedes, passava das 19h30, quando iniciou o tumulto com a investida dos assaltantes. Na ocasião, o jantar estava sendo servido na área da piscina, onde havia uma programação com música ao vivo e as pessoas estavam saindo de seus apartamentos para participar. Segundo relatos, quando iniciou a ação dos bandidos, um grande número de pessoas vinha da direção da recepção correndo, como se fosse um “arrastão” e ao mesmo tempo gritavam: “é um assalto”.

Segundo as vítimas, o pânico tomou conta das pessoas e cada uma cuidou de buscar proteção. Um grupo ficou deitado debaixo das mesas, outros correram em direção a área de serviço e uma outra parte dos hóspedes correu em direção a mata do entorno, onde ficam as trilhas. Um funcionário do estabelecimento chegou a se jogar de uma altura de aproximadamente seis metros. Ele teve apenas escoriações pelo corpo.

Durante o tumulto, dois dos criminosos recolhiam os pertences das vítimas na área da piscina, enquanto que os outros ficaram na recepção rendendo as pessoas que também foram obrigadas a deitarem no chão e entregar seus pertences.

Os administradores Golf Resort ainda não registraram a ocorrência do assalto ocorrido na noite de sábado, segundo informações do delegado do Distrito Integrado de Polícia (DIP) do município, Normando Barbosa. “Tive que ir ao hotel e eles prometeram que viriam a delegacia, mas esperei até de tarde e ninguém apareceu”, disse.

Ação nos quartos

Um outro grupo de assaltantes seguiu em direção aos apartamentos, onde estavam hospedados três irmãos policiais com esposas e filhos. Um deles foi rendido e levado para a recepção. Os outros saíram armados reagiram atirando contra os criminosos e gritando que eles tinham perdido porque o hotel estava cercado por policiais. Temerosos os ladrões pegaram com o refém um funcionário do hotel que não teve o nome revelado, e um acadêmico de medicina e fugiram em dois carros, entre eles um Logan, de cor preta, que foi abandonado no Km 53. O estudante foi abandonado na frente do hotel e o funcionário na estrada.

Publicidade
Publicidade