Publicidade
Cotidiano
Notícias

Polícia prende traficante com maconha, oxi e cocaína em Urucará (AM)

'Rodak' era responsável em receber a droga que saía de Manaus e distribuir em Itacoatiara e Urucará 11/10/2013 às 14:02
Show 1
'Rodak' foi preso com 90 trouxinhas e 200 gramas de maconha, 50 pedras de oxi e 310 trouxinhas de pasta-base de cocaína
ACRITICA.COM* Manaus (AM)

Joanilson Gonzaga da Silva, 26 anos, conhecido como “Rodak”, foi preso na manhã desta sexta-feira (11) por policiais militares do município de Urucará (a 259 quilômetros a leste de Manaus) com 90 trouxinhas e 200 gramas de maconha, 50 pedras de oxi e 310 trouxinhas de pasta-base de cocaína.

De acordo o comandante da operação de prisão do traficante, sargento PM Ademar Araújo, Rodak foi preso em flagrante em sua casa, no bairro São Pedro, em Urucará, com vários objetos de valor, incluindo carros, motocicleta e bicicleta elétrica. O traficante foi denunciado para o “Fale com o Secretário”, no site da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM). Ele já tem registro anterior na polícia por tráfico e associação para o tráfico.

O sargento contou que durante cinco dias uma equipe do 2º Batalhão da Polícia Militar em Itacoatiara investigou a denúncia por determinação do secretário de Segurança Pública, coronel PM Paulo Roberto Vital, que passou informações recebidas sobre a atuação dos traficantes diretamente de moradores da cidade.

O cabo J. Miller, que participou das investigações e prisão, Rodak era responsável em receber a droga que saía de Manaus e distribuir em Itacoatiara e Urucará. “Quando fizemos a abordagem, em frente à sua casa, ele tentou fugir correndo para um matagal. Montamos um cerco e conseguimos capturá-lo”, disse o cabo.

Na casa do suspeito, na rua Coronel Libório, no bairro São Pedro, foram encontradas as centenas de porções de drogas, além de uma balança de precisão e material para misturar e embalar as trouxinhas.

Também foram apreendidos dois automóveis (Meriva e Saveiro), uma motocicleta 150 cilindradas, uma bicicleta elétrica, dois aparelhos celulares, sendo um com chip de Manaus. Segundo a equipe da PM, o chip era usado exclusivamente para o contanto de Rodak com os fornecedores da droga na capital. O aparelho vai ser periciado.

De acordo com o comandante da operação, as investigações prosseguem porque há indicação do envolvimento de outras pessoas com o esquema de tráfico de drogas encabeçado por Rodak. Ele foi apresentado ao delegado da Polícia Civil de Urucará.

*Com informações da Assessoria de Imprensa da SSP

Publicidade
Publicidade