Domingo, 23 de Fevereiro de 2020
Notícias

Policiais prendem acusados de atearem fogo em viaturas no interior do AM

A operação teve a finalidade de repressão a vários atentados ocorridos aos veículos de policiais militares nos últimos dias, e o aumento de roubos na cidade



1.jpg Os detidos são acusados de cometer delitos como incêndio, assaltos e tráfico de drogas. Todos foram conduzidos à delegacia de Manacapuru
28/03/2013 às 08:32

Uma operação foi desencadeada pela Polícia Militar (PM) no município de Manacapuru, localizado a 68 quilômetros de distância em linha reta de Manaus, nessa quarta-feira (27). Durante a ação foram cumpridos mandados de busca e apreensão e sete pessoas, entre eles três menores, foram presas e apreendidas.

Policiais  sob o comando do Major Michel, Comandante do 9º Batalhão da PM de Manacapuru, participaram da ‘Operação Extintor’. Entre os menores de idade apreendidos I.M.G, de 15 anos, um adolescente de 17 anos conhecido como ‘Japa’, e outro com a mesma idade conhecido como ‘Tati’, além de mais quatro presos: Josué Matos Gonçalves , de 25 anos, Fabrício Campos da Silva, o ‘Seco’ de 25 anos, Fabio José Cosme Frederico, o ‘Fábio Chico’ de 28 anos, Luis Flávio Farias de Sena, conhecido como ‘Luizão’ de 46 anos. 



A operação teve a finalidade de repressão a vários atentados ocorridos aos veículos de policiais militares nos últimos dias, e o aumento de roubos na cidade.

Segundo o comandante do 9º BPM, os atentados vinham acontecendo depois que a PM fechou o cerco nos carros de som conhecidos como ‘pancadão’, onde em alguns casos se usavam para a venda de entorpecentes. Os acusados em represália contra ação policial ateavam fogo em viaturas policiais da cidade.

Os detidos são acusados de cometer delitos como incêndio, assaltos e tráfico de drogas. Todos foram conduzidos à delegacia de Manacapuru.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.