Publicidade
Cotidiano
VEÍCULOS

Polícias Civil e Militar recuperam 74 veículos roubados ou furtados no Amazonas

Iniciada no último dia 21 de agosto, a ação recebeu apoio da polícia do Pará. Foram recuperados 61 motocicletas e dez carros 01/09/2018 às 14:43 - Atualizado em 01/09/2018 às 14:44
Show 108ebeb3 6112 4a65 880e fc28449f9309 c7584609 7194 4f46 a217 dc9e4bea8566
Foto: Divulgação
acritica.com

A Polícia Civil do Amazonas, em conjunto com as Policia Civil e Militar do estado do Pará, deflagrou em agosto deste ano, durante dez dias, uma operação policial que resultou na recuperação de 74 veículos roubados ou furtados no Estado. Iniciada no último dia 21 de agosto, a ação foi concluída na última quinta-feira (30).

Na manhã deste sábado (1º), o delegado-geral, Mariolino Brito, o delegado-geral adjunto, Antonio Chicre Neto, e o delegado titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), Rafael Allemand, participaram de coletiva de imprensa para apresentação do saldo da operação deflagrada no interior do Amazonas e também do Pará.

De acordo com Antonio Chicre Neto, que coordenou a operação, em Juruti (PA), foram recuperados 71 veículos, sendo 61 motocicletas e dez carros, roubados ou furtados no Amazonas. Ao longo dos trabalhos, três motocicletas foram recuperadas em Parintins, município distante 369 quilômetros em linha reta de Manaus.

Conforme a autoridade policial, 43 motocicletas, sendo 40 encontradas em Juruti e três em Parintins, foram transportados para Manaus na balsa da Delegacia Fluvial (Deflu) e chegaram na manhã deste sábado (1º/9). Esses veículos serão entregues aos respectivos proprietários. O delegado-geral adjunto explicou que as outras 20 motocicletas e os 10 carros ficaram em Juruti, aguardando os procedimentos legais para serem liberados pela Polícia Civil do Pará.

Antonio Chicre Neto ressaltou que em Juruti cerca de 70% dos veículos oriundos de crimes são provenientes de delitos praticados no Amazonas. O delegado-geral adjunto enfatizou que esses veículos são levados para serem vendidos não somente nos municípios do interior do Amazonas, mas, também, em cidades vizinhas de outros estados, como Juruti, Santarém, Oriximiná e Óbidos, que ficam no Pará, além de Macapá, capital do estado do Amapá.

 “Em razão da quantidade de veículos roubados ou furtados no Amazonas, que estão sendo levados para outros municípios do interior ou até mesmo para outros estados, as Polícias Civil e Militar que atuam em Juruti têm intensificado as ações policiais naquele município, no sentido de apreender e identificar veículos com restrições de roubo ou furto, bem como a Polícia Civil do Amazonas que, durante quatro anos, deflagrou a operação “Solimões Livre”, que em cada edição recuperou, em média, 80 veículos roubados ou furtados em Manaus”, disse Chicre Neto. 

O delegado-geral adjunto destacou os trabalhos desempenhados em conjunto pelas equipes da Polícia Civil do Amazonas e as Polícias Civil e Militar de Juruti, no Pará. “Foi um trabalho em conjunto. Os policiais civis e militares daquele município efetuaram as apreensões dos veículos e nós, da Polícia Civil do Amazonas, realizamos todo o trabalho de identificação dos veículos que estavam com os sinais identificadores adulterados”, esclareceu.

Orientação

Antonio Chicre Neto pede às pessoas, em especial às que moram no interior do Amazonas ou em outros estados, que não comprem veículos com valores muito abaixo do praticado no mercado e, principalmente, que verifiquem a procedência e documentação desses veículos. “Antes de comprar qualquer veículo é importante averiguar se os documentos são legais e, também, atentar para a existência de restrição de roubo ou furto, pois, após efetuar a compra, caso seja identificado que se trata de um veículo oriundo de delito, o comprador poderá responder criminalmente por receptação”, alertou o delegado.

Ações contínuas

O delegado-geral da Polícia Civil do Amazonas, Mariolino Brito, ressaltou os trabalhos integrados que estão sendo desempenhados pelos órgãos que compõe a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-AM) que resultam nas recuperações de veículos durante ações nos municípios do interior do Estado.

 “Temos feito este trabalho desde o começo do ano com operações em todos os municípios do estado do Amazonas, principalmente nas regiões de fronteiras com outros estados. Em junho deste ano realizamos uma operação integrada nos municípios de Urucará, São Sebastião do Uatumã e Itapiranga, que culminou na recuperação de 56 veículos roubados ou furtados na capital. Desta vez, trouxemos para Manaus 43 motocicletas, também roubadas ou furtadas na capital, e agora iremos realizar o trabalho de devolução aos proprietários”, disse Mariolino Brito.

Devolução

O delegado Rafael Allemand, titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), explicou como irão ser realizadas as entregas das motocicletas para os proprietários.

“As motocicletas já foram reveladas, a numeração original delas já foi constatada pela perícia, e na delegacia, será feita toda a análise de documentação e Boletim de Ocorrência (BO) das vítimas. Após todos os procedimentos internos, entraremos em contato, para fazer a devolução dos veículos”, concluiu Allemand.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade