Publicidade
Cotidiano
Notícias

Polícias Federal e Militar darão apoio em concurso do TJAM

Entre as escolas de Manaus com o maior número de candidatos para a realização de provas estão a Universidade Paulista (Unip), com 4.114 candidatos; o Centro Educacional Adalberto Vale Unidade I com 1.330 candidatos que farão a prova neste local no próximo dia 02; Faculdade Professora Martha Falcão (3.210 candidatos); UniNorte (3.952 candidatos); e Escola Estadual Professor José Bernardino Lindoso (1.260 inscritos) 29/05/2013 às 19:45
Show 1
Desembargador Aristóteles Thury apresentou estrutura adotada para realização do concurso
acritica.com Manaus (AM)

Mais de 130 policiais militares estarão diretamente envolvidos no policiamento dos locais onde serão realizadas as provas do concurso público do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), marcadas para o próximo dia 02 de junho, para os cargos de analista judiciário II e nível médio. A previsão é que mais de 45 mil pessoas compareçam às escolas neste domingo, sendo 64 instituições na cidade de Manaus, três em Itacoatiara e quatro escolas no município de Manacapuru.

Além disso, a Polícia Militar também terá um efetivo em Manaus voltado para o monitoramento, controle e ações de apoio ao certame. “Com isso teremos condições de proporcionar uma resposta rápida e eficaz a qualquer situação fora da normalidade, evitando situações de tumultos ou conflitos”, declarou o cel. PM Moisés Cardoso, subcomandante geral da Polícia Militar do Amazonas, durante entrevista coletiva à imprensa com a participação dos integrantes da Comissão dos Concursos do Tjam e representantes da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Amazonas (OAB/AM), da Fundação Getulio Vargas (FGV Projetos) e da Polícia Federal do Amazonas, que também estará à disposição do Tribunal no dia de realização das provas dos certames, segundo informou o delegado regional executivo da Polícia Federal no Estado, Dércio José Carvalheda Júnior.

Um pouco antes da coletiva, essas instituições se reuniram com o presidente do Tribunal, desembargador Ari Jorge Moutinho da Costa, e também com o presidente da Comissão dos Concursos Públicos do TJAM, desembargador Aristóteles Lima Thury, para discutir as ações que serão desenvolvidas no dia das provas objetivas, que ocorrerão nos dias 02 (para os cargos de analista judiciário II e nível médio), 05 (para juízes) e 09 de junho (para analista judiciário I e nível fundamental). O presidente do Tjam recomendou que os candidatos fiquem atentos aos horários das provas a fim de evitar atrasos. Os portões das escolas serão abertos às 12h e fechados às 13h, horário Manaus.
Entre as escolas de Manaus com o maior número de candidatos para a realização de provas estão  a Universidade Paulista (Unip), com 4.114 candidatos; o Centro Educacional Adalberto Vale Unidade I com 1.330 candidatos que farão a prova neste local no próximo dia 02; Faculdade Professora Martha Falcão (3.210 candidatos); UniNorte (3.952 candidatos); e Escola Estadual Professor José Bernardino Lindoso (1.260 inscritos).

O desembargador Aristóteles Lima Thury, alertou os candidatos para a possível ação de golpistas. “São pessoas inescrupulosas que poderão tentar se aproveitar da vontade dos candidatos de ingressar no serviço público, oferecendo 'gabaritos das provas'. Alertamos que não caiam na ação desses golpistas. Estamos realizando o concurso com uma instituição reconhecida nacionalmente, com larga experiência na realização de certames em todo o País e não medimos esforços para nos cercar de todos os cuidados necessários para garantir a segurança das provas”, afirmou o desembargador Aristóteles Thury à imprensa.

Coletiva
Durante a entrevista coletiva com a imprensa, o presidente da Comissão também destacou a quantidade de candidatos por cargo. O maior número de inscritos concorre às vagas de assistente técnico judiciário (capital - nível médio), com 41.907 candidatos, que disputarão 124 vagas para ampla concorrência e 12 para pessoas com deficiências.
Em seguida, aparece o cargo de analista judiciário I - especialidade Direito (nível superior - capital), com 5.630 candidatos, que irão concorrer a 20 vagas para ampla concorrência e a duas para pessoas com deficiências.

O terceiro cargo com maior número de inscritos é o de analista judiciário I - qualquer área de formação (nível superior - capital), com 5.376 candidatos, que concorrerão a oito vagas, sendo sete para ampla concorrência e uma para pessoas com deficiências.

Em relação ao concurso para juiz, são 1.259 candidatos, a maioria do Amazonas, concorrendo a 31 vagas. Todos os aprovados iniciarão a carreira na magistratura em Varas do interior do Estado.

A consulta do local de provas está disponível na página da FGV Projetos.

*Com informações da Divisão de Imprensa e Divulgação do TJAM

Publicidade
Publicidade