Publicidade
Cotidiano
Notícias

População desocupada cresce 38,5% em relação a maio de 2014

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (25) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) 25/06/2015 às 11:28
Show 1
O IBGE utiliza a expressão desocupado para definir a pessoa que está tentando se inserir no mercado de trabalho
Agência Brasil ---

A população desocupada nas seis regiões metropolitanas englobadas na Pesquisa Mensal do Emprego, em maio deste ano, incluiu mais 454 mil pessoas na comparação com maio do ano passado, alta de 38,5%. O total de desocupados em maio de 2015 alcançou 1,6 milhão de pessoas. O crescimento percentual em 2015 é o maior registrado pela pesquisa desde março de 2002, quando começa a série histórica.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (25) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O IBGE utiliza a expressão desocupado para definir a pessoa que está tentando se inserir no mercado de trabalho.

Apesar do crescimento em relação a maio do ano passado, o contingente de 1,6 milhão de desocupados não é maior estatisticamente que o registrado em abril deste ano. Percentualmente, houve alta de 4,8% de abril para maio.

A pesquisa é realizada nas regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife e Porto Alegre. A região que teve a maior alta no número absoluto de desocupados foi Porto Alegre, englobando 96% mais desempregados que em maio do ano passado e 11,9% mais que em abril. O IBGE estima que o número de pessoas que procurou e não encontrou emprego no mês de maio na grande Porto Alegre alcançou 115 mil pessoas.

Ainda assim, o desemprego em Porto Alegre é um dos menores do país, com 5,6%, enquanto a média nacional é 6,7%. No ano passado, Porto Alegre registrava desemprego de 3%.

Em São Paulo, a população desocupada subiu 39% na comparação com  o ano passado e 8,5% na comparação com abril. Em números absolutos, 198 mil pessoas – na comparação interanual – procuraram e não encontraram emprego em São Paulo, englobando um total de 707 mil.

Publicidade
Publicidade