Publicidade
Cotidiano
Notícias

Posse do governador e de seu vice deve reunir cerca de 1,2 mil pessoas em Manaus

O governador José Melo e o vice-governador Henrique Oliveira serão empossados no início da noite de quinta-feira (1º de janeiro). Os 24 deputados estaduais tomarão posse apenas em fevereiro 29/12/2014 às 10:50
Show 1
Cerimônia será realizada no Centro de Convenções Vasco Vasques, ao lado da Arena da Amazônia
Janaína Andrade Manaus (AM)

Cerca de 1.200 pessoas, entre familiares e autoridades, devem comparecer à cerimônia de posse do governador reeleito José Melo (Pros), agendada para às 19h do dia 1° de janeiro no Centro de Convenções Vasco Vasques (CCA), localizado na Zona Centro-Oeste.

Eleito em segundo turno com 869.992 votos, Melo é o 47º governador do Amazonas. Foi reconduzido ao cargo com 55,54% dos votos válidos em uma eleição histórica, a primeira disputa em dois turnos no Estado desde a redemocratização do País.

José Melo, governador, e Henrique Oliveira (SDD), vice-governador, serão empossados pelo presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), deputado Josué Neto (PSD).

De acordo com a diretora de cerimonial da ALE-AM, Isaura Lindoso, a solenidade de posse terá a duração de uma hora. O roteiro montado pela organização do evento prevê a chegada do governador José Melo, acompanhado da primeira-dama Edilene Gomes.  “Além da equipe do cerimonial da ALE-AM, temos também membros da Casa Militar e da assessoria de imprensa da Assembleia envolvido”, disse Isaura Lindoso.

No Centro de Convenções Vasco Vasques, o casal será recebido pelo presidente da ALE-AM, deputado Josué Neto e esposa. Da mesma forma, o vice-presidente da ALE, deputado Belarmino Lins (PMDB), receberá o vice-governador eleito, Henrique Oliveira, ao lado da esposa.

Melo assumiu o cargo de governador no mês de abril, com a renúncia do então governador  Omar Aziz (PSD) que foi eleito senador.

Cerimônia

A mesa que dará posse ao governador e vice eleitos será composta por líderes e representantes do Poder Judiciário, Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), Tribunal Regional Eleitoral (TRE), TCE-AM (Tribunal de Contas do Estado), Prefeitura de Manaus, Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Câmara Municipal de Manaus (CMM), Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Arquidiocese de Manaus, Exército, Marinha e Aeronáutica.

Durante a cerimônia, o governador e o vice farão o juramento de manter, defender e cumprir as constituições estadual e federal e respeitar às leis do país. Encerrado o rito, José Melo fará o primeiro discurso do novo mandato como governador do Amazonas. 

Em seguida, o presidente da ALE-AM declarará encerrada a solenidade de posse. Num segundo momento, ocorrerá a cerimônia de posição das faixas e, posteriormente,  entrevista à imprensa. Tradicionalmente, a posse do governador ocorria no Teatro Amazonas.

Blog José Melo

Governador reeleito do  Amazonas  pelo Pros

“Eu sou muito pé no chão  com as coisas.  Há 30 anos que eu sonho em ser governador do Estado. Tenho 68 anos de idade. Você vê que eu soube esperar. Eu esperei 12 anos para ser governador. Como diz a Bíblia, há um tempo para tudo. Se você achar que o tempo é seu e for passar os pés pelas mãos, você acaba tropeçando com grande dificuldade para voltar", declarou o governador. Melo adiantou que as primeiras medidas da reforma governamental começam a ser implementadas nos primeiros dias de janeiro. São alterações na composição do secretariado. Já a  fusão de secretarias e transformação de algumas em departamentos serão divulgadas de forma gradual e devem ser concluídas em fevereiro.


Publicidade
Publicidade