Publicidade
Cotidiano
Notícias

PRE-AM propõe ação contra José Melo e Henrique Oliveira por abuso de poder político

A ação também é contra a candidaduta a deputado estadual de Platiny Soares e requer o afastamento imediato do comandante-geral da Polícia Militar (PM) do Amazonas, Eliézio Almeida e do sub-comandante-geral da PM, Aroldo Ribeiro 17/09/2014 às 18:22
Show 1
O procurador Jorge Medeiros, solicita ainda que, ao final do processo, seja declarada a inelegibilidade de Melo e Oliveira
Náferson Cruz Manaus (AM)

A Procuradoria Regional Eleitoral no Amazonas (PRE-AM) propôs um ação de investigação judicial eleitoral (AIJE) contra o governador José Melo (PROS), candidato a reeleição, o candidato a vice-governador Henrique Oliveira (SD) e o candidato a deputado estadual Platiny Soares (PV) por abuso de poder político nas eleições deste ano.

A ação também requer o afastamento imediato do comandante-geral da Polícia Militar (PM) do Amazonas, Eliézio Almeida e do sub-comandante-geral da PM, Aroldo Ribeiro, pelo mesmo motivo.

O procurador regional Eleitoral substituto, Jorge Medeiros, solicita ainda que, ao final do processo, seja declarada a inelegibilidade e sejam cassados os diplomas de José Melo e Henrique Oliveira.

Segundo o procurador, a apuração da PRE-AM aponta que houve um aparelhamento da PM com o propósito de favorecer a candidatura do atual governador  e do candidato a vice na chapa dele e também do candidato a deputado estadual Platiny Soares.

“O esquema combina com o direcionamento da PM para fins eleitorais pelos atuais comandantes e a concessão de benefícios administrativos sem fundamento legal a policiais militares envolvidos no movimento grevista ocorrido em maio deste ano, com o objetivo de obter apoio político e influência no pleito eleitoral”, disse.

*Leia mais no jornal A Crítica de amanhã (18)

Publicidade
Publicidade