Segunda-feira, 28 de Setembro de 2020
ECONOMIA

Preço do petróleo americano desaba 30% e é vendido a menos de US$ 13 o barril

Nas últimas semanas, o mercado de petróleo registrou o menor nível de preços em quase 20 anos. Bloqueios e restrições por conta da covid-19 em todo planeta atingiu a demanda do combustível fóssil



700x420_petroleo-estados-unidos-eeuu-bandera-getty_878926CA-57D9-444C-A61F-7C48DC1B1C36.jpg Foto: Divulgação
20/04/2020 às 09:59

A cotação do petróleo americano registrou queda de mais de 30% nesta segunda-feira (20), abaixo de 13 dólares o barril - um novo mínimo em mais de duas décadas, consequência da redução expressiva da demanda mundial provocada pela pandemia de coronavírus.

O barril americano West Texas Intermediate (WTI) perdia 32,30% e era negociado a 12,41 dólares a unidade às 8h25 (horário de Brasília). Este é seu menor nível desde 1999. Em 2011, o barril valia 114 dólares.



Ao mesmo tempo, o barril de Brent do Mar do Norte, referência para o mercado europeu, recuava 3,8%, a 27,01 dólares o barril.

Nas últimas semanas, o mercado de petróleo registrou o menor nível de preços em quase 20 anos. Bloqueios e restrições de viagens em todo planeta têm um forte impacto na demanda.

A crise aumentou depois que a Arábia Saudita, membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), iniciou uma guerra de preços com a Rússia, que não integra o cartel.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.