Publicidade
Cotidiano
INVESTIGAÇÃO

Prefeito do interior Amazonas é investigado por compra de premiação nacional

O Ministério Público investiga se Edson de Paula Rodrigues Mendes usou recursos públicos para ser agraciado com premiação para figurar como um dos “100 melhores prefeitos do Brasil” 20/09/2018 às 18:05 - Atualizado em 20/09/2018 às 18:08
Show prefeito 3 c1983f8b 0008 433d 80a9 0847aafa1986
Prefeito de Barcelos, Edson de Paula Rodrigues Mendes. Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

O Ministério Público Estadual (MP-AM) vai investigar se o prefeito de Barcelos, Edson de Paula Rodrigues Mendes, usou recursos públicos para ser agraciado com premiação para figurar como um dos “100 melhores prefeitos do Brasil” sem qualquer critério ou documentação pela União Brasileira de Divulgação (UBD).

A abertura do inquérito civil, assinada pelo promotor de justiça Márcio Pereira de Mello, foi publicada na edição de ontem do Diário Eletrônico do MP-AM. Na publicação, o promotor informa que a notícia sobre a suposta irregularidade chegou a ele por meio de memorando enviado pela Ouvidoria Geral do Ministério Público do Estado do Amazonas, a fim de que tomasse as providências cabíveis.

A denúncia diz que gestores públicos utilizaram-se de verbas públicas para supostamente adquirir diploma de “gestor nota 10”, “melhor prefeito”  “comendas similares”, incluindo o prefeito de Barcelos Edson de Paula Rodrigues Mendes.

O inquérito foi instaurado para esclarecer o caso. O promotor determinou que o prefeito seja informado sobre a investigação e o prazo de  15 dias para apresentar manifestação escrita, caso queira, acerca dos fatos que deram origem ao  procedimento.

Determinou também que lhe seja enviado  cópia do processo da despesa realizada (requisição, procedimento licitatório, liquidação e pagamento) para deslocamento do prefeito e comitiva à sede da empresa União Brasileira de Divulgação para receber o referido diploma. À UBD também foi dado o mesmo prazo para prestar esclarecimentos. Também foi determinado o envio de ofício ao MP do Rio Grande do Sul solicitando informações sobre a premiação.

Publicidade
Publicidade