Publicidade
Cotidiano
Notícias

Prefeitura de Maués diz que extrato da compra de 20 toneladas de pimenta foi 'erro de digitação'

Segundo a prefeitura, a licitação, que previa a compra de R$ 760 mil do condimento, está sendo corrigida. Nota não informa qual seria o valor correto 05/08/2015 às 22:18
Show 1
Pregão também licita outros condimentos para o município, além da pimenta
Jornal A Crítica Manaus (AM)

A Prefeitura de Maués (A 267 quilômetros de Manaus) informou ontem (5) que as 20 toneladas de tempero de pimenta do reino no valor de R$ 760 mil licitados foi um “erro de digitação”. Na edição de ontem, A CRÍTICA divulgou a oficialização, em ato assinado pelo prefeito Carlos Góes (PT), do pregão presencial no valor de R$ 4,2 milhões para compra de gêneros dentre eles 400 mil unidades de 50 gramas cada de condimento de pimenta do reino.

A lista detalhada de bens licitados pelo município foi publicada na edição de sexta-feira do Diário Oficial dos Municípios do Amazonas. Por meio de nota a prefeitura disse que,  por meio de sua Controladoria Interna, antes da publicação da matéria, já havia identificado o “erro de digitação”.

“Dessa forma, esta Prefeitura Municipal informa que a Controladoria Interna do Município, no momento em que recebeu o processo licitatório e detectou o mencionado erro de digitação, iniciou todas as medidas necessárias para a correção da falha detectada referente ao item tempero pimenta do reino”.

A prefeitura disse ainda que efetivou somente a publicação da ata de registro de preço, não havendo, até o presente momento, a aquisição nenhuma unidade desse tempero, uma vez que o sistema de registro de preços não obriga a administração a adquirir os objetos licitados. “Esta Prefeitura Municipal informa que o item em comento encontra-se em processo de cancelamento, conforme será verificado em publicação no Diário Eletrônico dos Municípios”, diz a nota.

Publicidade
Publicidade