POSICIONAMENTO

Presidente de Cuba critica 'submissão' de Bolsonaro aos Estados Unidos

O governante cubano utilizou o Twitter para dizer que o presidente Bolsonaro tinha 'voltado a mentir e que é vergonhosa a sua submissão aos EUA'

AFP
03/08/2019 às 18:05.
Atualizado em 11/03/2022 às 08:01

(Presidente do Brasil ao lado de Donald Trump. Foto: Reprodução Internet)

O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, acusou o colega Jair Bolsonaro de mentir sobre os programas médicos da ilha, e criticou o que chamou de submissão do brasileiro à gestão de seu novo aliado, Donald Trump.

"O presidente Bolsonaro volta a mentir. Vergonhosa a sua submissão aos Estados Unidos", publicou o governante cubano no Twitter. "Suas calúnias vulgares contra Cuba e o programa Mais Médicos nunca conseguirão enganar o povo irmão brasileiro, que conhece bem a nobreza e humanidade da cooperação médica cubana", assinalou.

Bolsonaro afirmou esta semana que o envio de médicos cubanos para o Brasil visava a "formar núcleos de guerrilhas", e acrescentou que, se a medicina na ilha socialista fosse tão boa, teria conseguido salvar o ex-presidente venezuelano Hugo Chávez, tratado em Havana.

"Bolsonaro reconhece ser racista, sexista, homofóbico e admirador da ditadura militar. Deveria cuidar da corrupção em sua família, seu governo e seu sistema de justiça. Respeite Cuba e seus profissionais de saúde, que fizeram mais pelos brasileiros do que vocês", disse, por sua vez, o chanceler cubano, Bruno Rodríguez.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por