Publicidade
Cotidiano
Notícias

Presidente do Ibama anuncia o desembargo das obras na BR-319, nesta quarta-feira (02)

O desembargo segue a decisão do presidente do TRF da 1ª Região, desembargador federal Cândido Ribeiro, que suspendeu liminar proferida pela juíza da 7ª Vara da Justiça Federal do Amazonas, Aline Soares Lucena Carnaúba 02/12/2015 às 17:07
Show 1
Grazziotin e mais os senadores Acir Gurgacz (PDT-RO), Valdir Raupp (PMDB-RO) e Ângela Portela (PT-RO), reuniram-se nesta quarta (2) com o diretor-geral do Dnit, Valter Casimiro, para cobrar agilidade na retomada das obras
acritica.com Manaus (AM)

A presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Marilene Ramos, anunciou nesta quarta-feira (02) o desembargo das obras de manutenção do trecho do meio (entre os quilômetros 250 e 655,7) da BR-319, que liga Manaus (AM) a Porto Velho (RO).

No comunicado feito à senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Marilene Ramos diz que “passa a ser a autoridade julgadora responsável pela apreciação do caso em primeira instância administrativa”, o que concentra as decisões sobre a BR-319 na presidência do órgão.

O desembargo segue a decisão do presidente do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, desembargador federal Cândido Ribeiro, que suspendeu liminar proferida pela juíza da 7ª Vara da Justiça Federal do Amazonas, Aline Soares Lucena Carnaúba. A juíza federal atendeu a uma ação civil pública feita pelo Ministério Público Federal.

Ao agradecer o empenho da presidente do Ibama para resolver o problema, a senadora Vanessa Grazziotin disse que a decisão do instituto era o que estava faltando para que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) possa retomar imediatamente as obras de manutenção.

Grazziotin e mais os senadores Acir Gurgacz (PDT-RO), Valdir Raupp (PMDB-RO) e Ângela Portela (PT-RO), reuniram-se nesta quarta (2) com o diretor-geral do Dnit, Valter Casimiro, para cobrar agilidade na retomada das obras.

Valter Casimiro disse que só aguardava o documento do Ibama para pedir a licença Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) a fim de “começar imediatamente” as obras naquele trecho.

“Assim que conseguirmos a licença do órgão estadual ambiental vamos começar imediatamente, as empresas já estão mobilizadas nos canteiros de obras”, disse o diretor-geral do Dnit.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade