Publicidade
Cotidiano
SAÚDE

Especialista alerta sobre os principais cuidados dentários no período gestacional

De acordo com a Dra. Micaela Garcia, o período gestacional exige diversos cuidados por parte da mulher. E entre esses deve estar incluído o cuidado com a saúde bucal 21/04/2018 às 17:18
Show vida0622 4f
Alexandre Pequeno Manaus (AM)

"A boa saúde do bebê começa com a saúde da mãe. Mãe com saúde, bebê com saúde", a afirmação é da Dra. Micaela Garcia, especializada em odontopediatria e presidente da Aboped (Associação Brasileira de Odontopediatria) seccional Amazonas. Segundo ela, o período gestacional exige diversos cuidados por parte da mulher, dentre esses, deve estar incluído o cuidado com a saúde bucal. 

"Se uma grávida tiver problema dentário grave durante a gravidez, ela pode acarretar até no aborto do bebê. O tratamento dentário dependendo do grau pode ou não ser realizado. Geralmente pode ser feito no segundo trimestre, por conta de muitas medicações, anestesias que poderiam afetar o bebê", ressalta Micaela. 

Ela chama a atenção para uma novidade na área da saúde, o chamado pré-natal odontológico. O período é semelhante ao pré-natal convencional e deve ser feito simultaneamente. "É super importante pois a grávida é informada de como irá cuidar do bebê. Em Manaus, muitos colegas já fazem esse acompanhamento", afirma.

Um dos riscos nesse período é que haja a doença periodontal (doença que atinge a gengiva e o osso que suporta os dentes) na boca da mulher, o que pode aumentar o risco de parto prematuro e baixo peso da criança ao nascer. Por isso, os hábitos saudáveis nessa fase são fundamentais.

Amamentação 
Posteriormente, o período de amamentação é muito importante para que a criança desenvolva uma respiração regular e deglutição correta, isto é o ato de engolir os alimentos. 

"Quando o bebê está sendo amamentado ele vai desenvolver a face, aprende a deglutir. Outra coisa importante é afeto, carinho que é muito importante nessa fase", acrescenta Dra. Micaela. Segundo ela, as organizações de odontopediatria sugerem que a amamentação aconteça até os 2 anos de idade.

Chupeta e outros hábitos
De acordo com Micaela, o uso da chupeta não é contraindicado pela associação, porém deve ser utilizada uma chupeta ortodôntica e de forma moderada. "Ela é bem utilizada para acalentar o bebê. Na fase oral do bebê ele faz tudo pela boca, é por onde ele conhece o mundo. A forma de acalmar ele é pela sucção. Um dos exemplos é quando a criança está chorando. O ideal é dar a chupeta, e quando ela acalma, você retira. Quando a criança vai dormir, assim que ele adormecer, você remove a chupeta", destaca a dentista.

O ideal é que o objeto deve ser retirado aos poucos, devendo ser completamente retirado até os 2 anos de idade, pois após essa época os problemas dentários começam a aparecer. Lembrando que a retirada deve ser gradual e não brusca, pois a criança pode trocar a chupeta pelo dedo, e o dedo por sua vez, causa ainda mais problemas dentários.

Caso a criança faça uso da mamadeira, é indicado remover este hábito precocemente. As mães devem fazer o uso de copos (com biqueira) para períodos de  transição, mas deve-se priorizar os copos normais, inserindo-os na vida da criança a partir de 1 ano e meio, 2 anos.

Cuidados bucais
Assim que aparecer o primeiro dentinho, a escovação já deve ser introduzida aos poucos. O tamanho e a maciez da escova devem ser de acordo com a idade do bebê; geralmente, macia e pequena. Por mais que ele ainda seja muito pequeno, não deixe que durma sem fazer a higienização. É comum que as crianças durmam enquanto fazem uso de mamadeira – e isso pode gerar cáries precocemente.

"Normalmente as mães já delegam o cuidado da escovação para a criança. Ela esquece que a criança não tem coordenação motora para escovar sozinha os dentinhos. Ela também não consegue passar o fio dental. O responsável deve ensinar e estimular a coordenação motora", comenta.

Quanto à visita ao dentista, a mãe deve se preocupar em estabelecer esta relação desde cedo. Pouco depois de completar 6 meses, é interessante que a criança visite um profissional de odontologia para que ele avalie se os dentes estão crescendo de maneira regular.

Publicidade
Publicidade