Publicidade
Cotidiano
PEDIDO DE RECURSOS

Presidente Michel Temer recebe governador David Almeida no Palácio do Planalto

Na pauta do encontro está o pedido de recursos do governo federal para atender às demandas do estado e o processo político-eleitoral que está ocorrendo no Amazonas com a eleição suplementar 31/05/2017 às 14:03
Show bf6c98e5 24ff 4d85 bdd5 369c17b1ef63
Governador também se reuniu com a diretoria de governo do Banco do Brasil (Foto: Divulgação)
Antônio Paulo Brasília (SUCURSAL)

O presidente da República, Michel Temer, recebe às 16h, no Palácio do Planalto, o governador do Amazonas, David Almeida (PSD). Na pauta do encontro, o pedido de recursos do governo federal para atender às demandas do estado e o processo político-eleitoral que está ocorrendo no Amazonas com o primeiro turno da eleição suplementar marcada para o dia 6 de agosto.

David Almeida está na capital federal desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (31). Logo cedo, esteve reunido com a diretoria de governo do Banco do Brasil, na companhia do senador Omar Aziz (PSD-AM) e do deputado Pauderney Avelino (DEM), onde trataram da operação de crédito no valor de R$ 300 milhões para obras de infraestrutura urbana, saneamento, saúde e segurança pública. O diretor do BB, João Rabelo, prometeu liberar o empréstimo dentro de 30 a 40 dias. 

O governador amazonense também esteve com o coordenador da bancada, no Congresso Nacional, deputado Átila Lins (PSD-AM). A discussão foi em torno do Projeto de Lei Complementar (PLP 54), sobre a convalidação dos incentivos fiscais concedidos pelos estados, principalmente do ICMS. 

David Almeida ouviu de Átila e dos demais membros da bancada que o projeto deve ser votado ainda hoje, no plenário da Câmara dos Deputados, e que as mudanças no texto feitas pelo relator da matéria, Alexandre Baldy (Pode-GO) não vão afetar as empresas da Zona Franca de Manaus nem o estado do Amazonas. 

Antes da audiência com Michel Temer, o governador amazonense se reúne, com o diretor do banco de Cooperação Andina de Fomento (Caf), Victor Rico, para acertar uma operação de crédito externo, junto à instituição financeira, que vai levar investimentos ao Amazonas e para a construção da Cidade Universitária.

Publicidade
Publicidade