Quinta-feira, 05 de Dezembro de 2019
PERDA

Presidente municipal do PCdoB, Antônio Levino, morre aos 55 anos em Manaus

Informação foi confirmada por políticos e institutos de pesquisa, áreas em que Levino atuava como político e pesquisador. O velório dele acontece hoje na funerária Canaã, no Centro da capital



levino.JPG Além de político, Antônio Levino atuava como pesquisador (Foto: Arquivo/AC)
21/04/2017 às 13:03

O presidente do Comitê Municipal do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Antônio Levino da Silva Neto, 55, faleceu na madrugada desta sexta-feira (21) em Manaus. A informação foi confirmada por políticos e institutos de pesquisa, áreas em que Levino atuava como político e pesquisador. O velório dele acontece hoje na funerária Canaã, no Centro.

De acordo com o presidente estadual do PCdoB, Eron Bezerra, Levino faleceu devido a complicações após uma cirurgia de hérnia umbilical. O procedimento foi realizado no sábado (15), porém na terça-feira (18) ele teria sido encaminhado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).



“Era uma cirurgia aparentemente boba e ainda não sabemos o que provocou isso. Como ele sofria de pressão alta, os médicos o orientavam a fazer exercícios, mas ele tinha essa limitação da hérnia. Ontem, colegas da área dele foram ao hospital para coletar amostras... Mas, para nós, mais do que discutir a morte, obviamente é mais importante se recuperar dessa perda brutal de um integrante que se dedicava há 35 anos ao partido”, declarou Bezerra.

Levino deixa a esposa Vanja Andrea e duas filhas, Ana Luzia e Ana Letícia. O velório ocorre hoje na Funerária Canaã, à rua Major Gabriel, 1833, Centro, de onde sairá para o Cemitério São João Batista.

Em nota, o Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) lamentou a morte de Antônio Levino.

“Antônio Levino foi professor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), orientador permanente e subcoordenador do Programa Multi-institucional de Pós-Graduação em Saúde Sociedade e Endemias na Amazônia (PPGSSEA), da Ufam/Fiocruz, e trabalhou principalmente com temas relacionados à saúde coletiva, saúde pública, políticas públicas na área de saúde, avaliação de programas e serviços de saúde, saúde em áreas de fronteira, geoprocessamento, epidemiologia e educação em saúde. Com a morte de Antônio Levino, o Amazonas perde um brilhante profissional, comprometido com a ciência e com a educação”, informou o instituto de pesquisa.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.