Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
VACINAÇÃO

Presidiários do Amazonas começam a ser vacinados contra a gripe H1N1

As primeiras unidades prisionais da capital a receberem a campanha de vacinação serão a Unidade Prisional do Puraquequara e o Centro de Detenção Provisória Masculino II



show_upp_3C50ADDF-9114-4AFD-A38C-B8DC3E8D149E.JPG
Foto: Arquivo/AC
10/04/2019 às 20:40

Unidades prisionais do interior do Amazonas receberam uma campanha de vacinação contra a influenza A, popularmente conhecida como gripe H1N1, na manhã desta quarta-feira (10). O atendimento é promovido pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), por meio da Coordenação de Saúde do Sistema Prisional (CSSP), que também irá vacinar os presos das unidades da capital do estado.

A campanha faz parte do Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde, que realizou um treinamento com servidores de saúde para aplicação das vacinas nos detentos. A vacinação foi realizada pelos agentes técnicos da Umanizzare Gestão Prisional. A campanha também realizará a vacinação e atendimento para os servidores do Estado nesta quinta-feira (11/04).

Segundo a coordenadora da CSSP, Alyne Taumaturgo, a campanha é fundamental para prevenção e combate da doença nas unidades do Estado. “É de extrema importância que toda a população carcerária seja contemplada, visto estarem recolhidos diariamente em um ambiente cuja aglomeração de pessoas é uma das principais formas de contaminação do vírus”, explicou.

De acordo com o cronograma de vacinação da CSSP, as primeiras unidades prisionais da capital a receberem a campanha de vacinação serão a Unidade Prisional do Puraquequara (UPP) e o Centro de Detenção Provisória Masculino II (CDPM II),  e então as demais unidades da captital. Ao total, serão vacinados mais de 7.300 internos do sistema penitenciário.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.