Publicidade
Cotidiano
DEIXA PRISÃO

Preso por corrupção, deputado eleito Saullo Viana deixa prisão em Manaus

A saída do presídio do futuro parlamentar foi um pedido do MPF. A prisão dele era temporária com duração de cinco dias 12/12/2018 às 11:18 - Atualizado em 12/12/2018 às 14:48
Show show saullo a973a9c4 894d 4140 a374 e8250a57aa5a
Foto: Arquivo A Crítica
Geizyara Brandão Manaus (AM)

O deputado eleito Saullo Vianna (PPS) deixou na manhã desta quarta-feira (12), por volta das 9h, o Centro de Detenção Provisória Masculino II (CDPM II), em Manaus, onde estava preso há cinco dias acusado de corrupção.

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), a prisão era temporária com duração de cinco dias, sendo um pedido feito pelo Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas.

Empresário do ramo aeroportuário, da região do Baixo e Médio Amazonas e com “raízes” em Parintins, Vianna é investigado por crimes de corrupção e de associação criminosa. Ele foi eleito com 27,8 mil votos, sendo 6 mil de Parintins.

De acordo com a Polícia Federal, Saullo foi preso na semana passada numa operação com objetivo de desbaratar esquema de corrupção ativa e passiva e violação de sigilo funcional com o fornecimento de informação privilegiada de dentro do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Ao todo, foram cumpridos três mandados de prisão e de busca e apreensão.

A diplomação do deputado está marcada para a próxima segunda-feira (17) junto aos demais eleitos do pleito geral deste ano no Amazonas.

Publicidade
Publicidade