Publicidade
Cotidiano
Notícias

Procon-AM vai entrar com ação civil contra reajuste da energia elétrica no Amazonas

O reajuste de 38,8% da tarifa de energia elétrica foi anunciado após reunião feita no último dia 27 de outubro pela Agência Nacional Energia Elétrica (Aneel) 03/11/2015 às 18:18
Show 1
Uma equipe da Eletrobras Amazonas se reuniu na sede do Procon-Am na semana passada com autoridades dos órgãos de defesa do consumidor para esclarecer dúvidas sobre o reajuste da tarifa
acritica.com Manaus (AM)

Nesta quarta-feira (04), às 11h, a Secretaria Executiva de Proteção e Orientação ao Consumidor (Procon-AM), juntamente com outros órgãos de defesa do consumidor, irá assinar no auditório Gebes Medeiros da Sede do Ministério Público do Amazonas, na Ponta Negra, a ação civil pública contra o reajuste na tarifa de energia elétrica para o Estado do Amazonas.

A ação tem como ênfase as seguintes proposituras:

1)   Anulação da resolução homologatória n° 1980, de 27 de outubro de 2015, da ANEEL;

2)   O reembolso em dobro dos valores pagos pelos consumidores a partir da entrada em vigor do reajuste de energia;

3)   O pagamento dos danos sociais e morais coletivos tendo em vista a cobrança.

O reajuste da tarifa de energia elétrica foi anunciado após reunião feita no último dia 27 de outubro pela Agência Nacional Energia Elétrica (Aneel). Na reunião foi determinado o aumento de 38,8% na tarifa para todo o estado do Amazonas. A ordem começou a vigorar no último domingo (1º).

Além do Procon-AM, outros órgãos que atuam na defesa do direitos do consumidor também participam desta iniciativa como o Ministério Público do Estado (MPE-AM), a Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM), Defensoria Pública da União, Ouvidoria e Proteção ao Consumidor (Procon Manaus), Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Amazonas (OAB-AM), Comissões de Defesa do Consumidor da CMM e da ALEAM e Ministério Público Federal (MPF).

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade