Publicidade
Cotidiano
Intercâmbio

Procura por intercâmbio cresceu em todo o País, impulsionando os serviços para todos os bolsos e gostos

De acordo com a Associação de Intercâmbios Belta, o mercado nacional de educação estrangeira cresceu 22%, em 2017, e registrou 302 mil estudantes. 04/02/2019 às 14:05 - Atualizado em 04/02/2019 às 14:18
Show flavia intercambista c711a430 fbc4 4a65 9c29 324bbb1b851e
Apesar da pouca idade, a estudante Flavia Luara já possui experiência internacional. Foto: Reprodução
Rebeca Beatriz Manaus

Brasileiros se deslumbram com a  oportunidade de conhecer culturas e tradições em diferentes países, e isso tem aumentado a procura por intercâmbios.
De acordo com a Associação de Intercâmbios Belta, o mercado nacional de educação estrangeira cresceu 22%, em 2017, e registrou 302 mil estudantes. A movimentação no setor foi de 2,7 e 3 bilhões de dólares. Ainda conforme o estudo, 98% dos brasileiros demonstram interesse em fazer  intercâmbio.
Os amazonenses não ficam atrás nessa corrida! De acordo com a Organização Sem Fins Lucrativos AFS - Manaus, a procura por intercâmbio cresceu 50% em um ano no Estado.  Entre as principais motivações desse crescimento estão: a popularização dos cursos de idiomas e a flexibilidade das agências de viagens.
Fazer intercâmbio dá um saldo bastante positivo para o currículo e a carreira profissional. É exatamente por saber disso que a ONG AFS oferece todo o apoio necessário a quem quer decolar nessa aventura. Presente e mais de 100 países e atuando no Brasil há mais de 60 anos, a instituição prepara tudo o que o intercambista precisa. Os países mais procurados são Canadá, Estados Unidos e Irlanda. 
“Trabalhamos com todas as faixas etárias. Temos intercambistas com 12 anos de idade e com 70 anos de idade. Orientamos antes, durante e depois do intercâmbio. Acompanhamos todo o processo de documentação e também vivência”, contou o presidente do Comitê de Manaus da AFS, Jhony Abreu.
Experiência
Aos 17 anos de idade, a estudante Flavia Luara vive uma imersão cultural nos EUA. Foi por intermédio da ONG que ela conseguiu realizar esse sonho. O sentimento de Flavia é de descobertas e gratidão. 
“Minha experiência tem sido uma das melhores, eu estou vivenciando coisas incríveis e também posso dizer que intercâmbio nem sempre é o que se espera, intercâmbio câmbio pode ser uma montanha russa cheio de altos e baixos”, conta.
Benefícios


Fazer intercâmbio em Israel foi um diferencial para o professor de Inglês Rafael Frota. Foto: Reprodução


Quem já passou pela experiência de fazer as malas e passar uma temporada longe do Brasil, principalmente como alternativa para se qualificar em outros países, fala com propriedade o lado positivo da experiência. Este é o exemplo do engenheiro e professor de Língua Inglesa, Rafael Frota, que foi para Israel, em 2013.
“Foi uma experiência incrível. Algo que me ajudou a crescer como profissional e como pessoa. Conheci outras culturas e ampliei os horizontes. Abri um leque de perspectivas”, diz.

Saiba mais

A AFS Intercultural Programs é uma instituição centenária presente em mais de 100 países em todo o planeta. Há dois anos atuando na capital manauara, a ONG se encarrega de preparar tudo o que o intercambista precisa: serviços vão desde contatar a  família para receber o brasileiro em outro país, até providenciar os lugares para qualificação durante a imersão cultural.

Serviço

O que é?
 AFS Intercultural Programs - Comitê Manaus. A instituição oferece o suporte necessário a intercambistas. 
 Contato
 www.afs.org.br ou por meio do telefone (92) 98186-0733
Endereço
 Rua Manoel Marques de Sousa, 256 - A - Parque Dez de Novembro, zona Centro-Sul.

Publicidade
Publicidade