Domingo, 21 de Julho de 2019
Notícias

Procuradoria da Mulher do Senado promove debate sobre violência obstétrica

A violência obstétrica é qualquer ato ou intervenção realizada na mulher grávida, parturiente ou puérpera (aquela que deu à luz recentemente), ou ao seu bebê, feita sem o consentimento da mulher



1.jpg Pouco denunciada, a violência obstétrica pode causar traumas para o resto da vida
06/05/2015 às 18:13

A violência obstétrica será tema de debate no Senado. O evento, marcado para quinta-feira (7), às 10h, é promovido pela Procuradoria Especial da Mulher do Senado e pela Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados, em parceria com o Comitê pela Promoção da Igualdade de Gênero e o programa Pró Equidade de Gênero e Raça.

De acordo com documento do Fórum Mundial de Direitos Humanos, a  violência obstétrica é qualquer ato ou intervenção realizada na mulher grávida, parturiente ou puérpera (aquela que deu à luz recentemente), ou ao seu bebê, feita sem o consentimento da mulher. Essas práticas podem ferir a integridade física, mental e emocional.

A Defensoria Pública de São Paulo cita como exemplos de violência obstétrica o agendamento de cesarianas sem recomendação para atender à conveniência do médico e o impedimento da entrada do acompanhante na hora do parto. Também entram na lista o uso de substâncias para acelerar o trabalho de parto, como a ocitocina e o impedimento do contato da mãe com o bebê logo após o parto.

Participam do debate a coordenadora de Saúde da Mulher do Ministério da Saúde, Esther Vilela, e o promotor da Procuradoria de Justiça Criminal de Defesa dos Usuários dos Serviços de Saúde Mauricio Silva Miranda. Também foram convidados representantes da Rede pela Humanização do Parto e Nascimento (ReHuna), da Associação Brasileira de Enfermagem (Aben) e da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo).


Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.