Sexta-feira, 03 de Abril de 2020
CRIME

Professor de escola de elite de São Paulo é preso em operação contra pedofilia

Suspeito armazenava conteúdo de pornografia infantil em casa. Operação Luz na Infância 6 ocorre em Alagoas, Acre, Ceará, Rio de Janeiro, Goiás, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Piauí e Santa Catarina



pf1_5128E01E-8CDC-44AB-BFEA-A381EE80DABA.JPG Foto: Diego Moraes/Reuters
19/02/2020 às 07:50

Um professor de um colégio de elite de São Paulo foi preso por armazenar conteúdo de pornografia infantil em equipamentos eletrônicos, nessa terça-feira (18), durante a operação 'Luz na Infância', coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. A operação contou com envolvimento das policias civis de 12 Estados e ainda autoridades de países como Colômbia, Estados Unidos, Paraguai e Panamá, informou a pasta em nota.

No Brasil a operação Luz na Infância 6 ocorre em Alagoas, Acre, Ceará, Rio de Janeiro, Goiás, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Piauí e Santa Catarina. Ao todo, segundo a pasta, seriam cumpridos, no Brasil e nos quatro países, 112 mandados de busca e apreensão de arquivos com conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual praticados contra crianças e adolescentes.



Conforme números divulgados às 17h30 dessa terça, houve 43 prisões em flagrante: 19 em São Paulo; 9 em Santa Catarina, 6 no Paraná, 4 em Mato Grosso do Sul, 2 no Ceará, 1 no Rio Grande do Sul, 1 em Mato Grosso e 1 em Goiás. Houve também alvos em Alagoas, Acre e Piauí.

Ao todo, segundo o ministério, 579 policiais estavam atuando nas diligências. O balanço final será divulgado na quarta-feira, com dados dos demais países participantes da ação.  

A Operação Luz na Infância 6 conta com a colaboração da embaixada dos Estados Unidos no Brasil, por meio da Adidância da Polícia de Imigração e Alfândega em Brasília.

No Brasil, segundo o ministério, a pena para quem armazena conteúdo de pedofilia varia de 1 a 4 anos de prisão, de 3 a 6 anos pelo compartilhamento e de 4 a 8 anos de prisão pela produção de conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual.

A operação Luz na Infância, que está na sexta fase, vem ocorrendo desde outubro de 2017 com o cumprimento de mandados de busca e apreensão e prisões em unidades da Federação do Brasil e também no exterior.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.