Publicidade
Cotidiano
Notícias

Professora da rede pública estadual do AM apresentará projeto em seminário no México

 O projeto da educadora amazonense também foi destaque na Feira de Ciências e Engenharia (Febrace) da Universidade de São Paulo (USP) 25/09/2014 às 16:15
Show 1
A professora da rede pública estadual do Amazonas apresentará os resultados do projeto
acritica.com ---

 Professora de Química do Colégio Brasileiro Pedro Silvestre, Ataiany Veloso, 36, representará o Amazonas no Seminário da Associação Latino Americana de Investigação em Educação e Ciência que neste ano será realizado entre os dias 21 e 24 de outubro na Cidade do México.

 Na oportunidade, a professora da rede pública estadual do Amazonas apresentará os resultados do projeto “O ensino das funções orgânicas a partir do tema Drogas Lícitas e Ilícitas no Amazonas”, que é aplicado no Colégio Brasileiro, em Manaus, associado ao Programa Ciência na Escola (PCE).

 Coordenado por ela e desenvolvido no espaço escolar com alunos do ensino médio, o projeto teve por objetivo despertar os estudantes para a iniciação científica a partir da investigação, contribuindo com o ensino da disciplina de Química e orientando os jovens, também, quanto à problemática das drogas.  

 “O projeto incentivou os alunos à pesquisa científica levando-os a observar os prejuízos que as drogas ilícitas trazem para o corpo humano. Alcançamos também um efeito social ao demonstrar aos alunos o caráter danoso das drogas”, relatou a professora Ataiany Veloso.

 Antes de ser apresentado no México o projeto foi, no ano de 2013, um dos destaques da 1ª Feira Competitiva & Temática do Brasil e Feira de Ciências da Amazônia (FCA) realizada pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) com apoio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam).

 O projeto amazonense também foi destaque na Feira de Ciências e Engenharia (Febrace) da Universidade de São Paulo (USP)

 Sobre a expectativa de apresentar projeto amazonense no México, professora Ataiany Veloso enfatizou que a experiência em compartilhar os resultados com professores de dezenas de países será única. “Faço questão de divulgar que no Amazonas temos ações científicas de grande qualidade, com metodologias que possibilitam um melhor processo de ensino e trazem grandes contribuições para a área da Química”, citou.

 Ataiany Veloso é Licenciada em Química pela Universidade do Estado do Amazonas, com especialização em Docência e Mestra em Educação em Ciências na Amazônia também pela UEA. Atualmente é professora do Colégio Brasileiro Pedro Silvestre e da Faculdade Nilton Lins, na qual é docente do curso Tecnologia de Petróleo e Gás.

 PCE

O Programa Ciência na Escola visa incentivar os estudantes das redes de ensino estadual e municipais a se interessarem pelo mundo da ciência, aprimorando a aprendizagem por intermédio da produção de ciência no espaço escolar.

Em 2014, R$ 4 milhões estão sendo investidos pelo Governo do Estado para o financiamento de mais de 300 projetos de iniciação científica em escolas públicas da capital e do interior do Amazonas.

*Com informações da assessoria de comunicação.

Publicidade
Publicidade