Quarta-feira, 22 de Janeiro de 2020
EM SAMPA

Professora da UEA ganha prêmio nacional com aplicativo para surdos

Baseado em inteligência artificial, o app 'Giulia mãos que falam', desenvolvido pela professora Selma Batista, facilita a inclusão de deficientes auditivos e auxilia na inclusão no mercado de trabalho



aplicativo_862A283C-6A1B-42AD-B7CC-6976E5642FBB.JPG Foto: Divulgação
04/12/2019 às 14:43

Desenvolvido pela professora Selma Paula Batista da Escola Superior de Artes e Turismo da Universidade do Estado do Amazonas (ESAT/UEA), em parceria com a Map Innovation, o aplicativo 'Giulia mãos que falam' foi escolhido como o melhor projeto em inovação na categoria Pesquisa e Desenvolvimento-P&D, do Prêmio Brasil Criativo. Os vencedores foram revelados no último sábado, dia 30 de novembro durante o Pixel Show em São Paulo.

O objetivo do aplicativo é facilitar a comunicação entre surdos e pessoas que não sabem Libras, a Linguagem Brasileira de Sinais. Além do usuário surdo, a iniciativa também beneficia empresas, pois ajuda na contratação e na comunicação diária com pessoas com deficiência.

Em sua rede social, Selma afirma que 'Giulia' é ''um projeto de muitas mãos, coordenado pela mente talentosa do Professor Manuel Cardoso e equipe. Paulinha, minha filha, me representou na Cerimônia de Premiação", comentou e agradeceu aos apoiadores: "gratidão Tina Vasconcelos, Secretaria de Cultura do Amazonas, pela motivação para inscrevermos o projeto", destaca.



O Prêmio Brasil Criativo tem como propósito fortalecer, revelar e incentivar a economia criativa brasileira, por meio da divulgação e valorização de iniciativas nos diferentes segmentos que compõem o setor. Em sua terceira edição, a premiação contou com total de 12 categorias e foi apresentada pela 3M com patrocínio do Mercado Livre.

Além do reconhecimento das iniciativas, os vencedores terão suas trajetórias contadas em um documentário que será produzido pela organização do Prêmio Brasil Criativo, que ajudará a divulgar os projetos e a difundir e inspirar novos negócios e ações. O documentário será lançado no dia 21 de abril, data em que é celebrado o Dia Mundial da Criatividade.

“A partir de agora, a missão do Prêmio Brasil Criativo é conectar esse ecossistema e ampliar as oportunidades de desenvolvimento e geração de negócios entre os empreendedores destes setores. Vamos fortalecer a comunidade de empreendedores, profissionais, curadores e parceiros que fazem parte desta grande rede criativa formada pela premiação”, revela Lucas Foster especialista em criatividade e idealizador do Prêmio Brasil Criativo.

Você pode saber mais informções sobre o 'Giulia mãos que falam', clicando aqui.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.