Publicidade
Cotidiano
Notícias

Projeto da Semed pretende dar reforço para alunos do Amazonas na Prova Brasil

Secretaria distribuiu cadernos com recursos pedagógicos quevão ajudar estudantes a realizarem exame em novembro 31/10/2013 às 08:05
Show 1
Estudantes do 5º ao 9º ano do ensino fundamental do Amazonas farão a Prova Brasil, em novembro, com a meta de alcançar nota 5,5, conforme a Semed
Jaíze Alencar ---

O projeto “Cadernos de atividades pedagógicas”, elaborado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), pretende melhorar o desempenho dos alunos na Prova Brasil que será realizada em novembro.

Coordenadora dos cadernos de atividades do 5º e 9º ano e do reforço escolar, Jecicleide Nascimento afirma que essa é mais uma ferramenta para que os professores possam trabalhar dentro das salas itens que são avaliados na Prova Brasil realizada a cada dois anos. “O caderno contém 40 atividades de língua portuguesa e 40 de matemática, todas elas indicando tanto para o professor como para o aluno, que tipo de competência e habilidade está sendo desenvolvida, facilitando até o trabalho de professores que têm alguma dificuldade de assimilar determinados conteúdos”, explicou.

A assessora pedagógica da Divisão de Ensino Fundamental (DEF), Mirna Denise Abreu, lembrou que os professores tinham de elaborar os materiais pedagógicos, buscar informações por conta própria e alguns tinham dificuldades para elaborar recursos atualizados, mas tudo isso mudou com os cadernos de atividades. “Em alguns casos isso não permitia que os alunos vissem todo o conteúdo programado para aquele ano. Professores formados há bastante tempo terão a didática atualizada para uma forma mais lúdica“, disse.

A aluna da escola municipal Vicente de Paula, Ana Vitória Costa, 11, cursa o 5º ano e aprovou o novo caderno de atividades. O material, segundo Ana, tem despertado o interesse da turma pela matemática. “Temos alguns jogos de matemática que nos fazem aprender mais rápido as quatro operações e por utilizarmos o tablet conseguimos fazer pesquisas rápidas. Fica mais legal estudar assim”, diz.

Os alunos de Manaus alcançaram a nota 4.1 na avaliação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) no ano passado nas séries iniciais de (1º ao 5º ano) e de acordo com Nascimento a meta da Semed para a próxima avaliação é chegar a 5.5, um salto considerado possível em face dos novos instrumentos educacionais.

Publicidade
Publicidade