Quinta-feira, 02 de Abril de 2020
EDUCAÇÃO

Projeto que cria Universidade Federal do Alto Solimões deve voltar à discussão na Câmara

O assunto foi discutido pelo deputado federal Átila Lins (PP-AM), em audiência com o ministro da Educação, Abraham Weintraub



atila_weintreub_92D1BBB3-4783-47A6-9596-94194EB032DD.JPG
17/02/2020 às 18:07

Um ano depois da retirada do Projeto de Lei 11.792/19, por parte do governo federal, com diversos temas ligados à administração da educação pública federal, entre eles, o desmembramento da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e a criação de duas novas instituições de ensino superior no estado, a proposta de fundação de da Universidade Federal do Alto Solimões voltou a ser articulada.

O projeto foi discutido pelo presidente da Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (Cindra), Átila Lins (PP-AM), em audiência com o ministro da Educação, Abraham Weintraub.



“Por determinação do presidente Jair Bolsonaro, fui recebido pelo ministro Weintraub, onde tratei do projeto de criação da Universidade Federal do Alto Solimões, um dos temas de minha agenda com o presidente da República na última quinta-feira (13). O presidente foi muito receptivo em criar essa nova universidade, atendendo uma região distante e que faz fronteira com dois países [Peru e Colômbia]”, informou Átila Lins.

O parlamentar explicou ao ministro que esse projeto foi enviado ao Congresso pelo ex-presidente Michel Temer, mas quando o novo governo assumiu, em janeiro de 2019, retirou vários projetos que tramitaram no Parlamento, dentre eles, o que criava varias universidades no país.

O PL 11.792/19 fazia o desmembramento da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e a criação da Universidade Federal do Médio e Baixo Amazonas, com reitoria em Parintins, e a Universidade do Médio Alto Solimões, com sede em Coari.

“Essas universidades no interior do Amazonas, uma luta antiga travada por nós, são de extrema importância porque estão localizadas em regiões distantes, degradadas com mais de nove municípios localizados na tríplice fronteira. Mas, tive a garantia do Ministério da Educação à época (Vélez Rodrigues) que a retirada de tramitação foi para fazer os ajustes necessários diante das muitas mudanças no projeto original”.

A retirada do projeto de lei, que criava novos institutos federais de ensino no país, foi um pedido do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e que foram apresentadas ao Ministério da Educação (MEC).

Providências urgentes

Segundo Átila Lins, o ministro da Educação vai tomar as providências urgentes para a criação da nova universidade no estado do Amazonas, inclusive conversar com o reitor da Ufam, Sylvio Pulga, e outros setores e elaborar essa nova proposta que poderá ser enviada por projeto de lei ou Medida Provisória, dependendo da conversa que a bancada vai ter com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

News portal1 9cade99b 2e0a 4d24 a1bb 0c50379289b4
Repórter de A Crítica - Correspondente em Brasília

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.