Publicidade
Cotidiano
franquias,manaus,amazonas, bons negócios, investimentos

Proprietários de franquias em Manaus expandem negócios para outras regiões

Manaus está ficando pequena para o mercado de franchising. Ao menos, é o que pensam proprietários de franquias que operam na cidade. Com o sucesso das operações, eles se preparam para abranger o interior, outros Estados e até mesmo outros países 13/03/2015 às 16:47
Show 1
Após adquirir maturidade na capital, as empresas começam a tirar do papel a ideia de expandir os negócios
Juliana Geraldo Manaus (AM)

Manaus não é mais o suficiente para muitos empresários que possuem franquias operando na cidade.Após adquirir maturidade na capital, as empresas começam a tirar do papel a ideia de expandir os negócios, buscando franqueados tanto no interior do Amazonas quanto em outros estados  e até mesmo fora  do País.

Segundo alguns franqueadores ouvidos por DINHEIRO, na rota de expansão estão tanto as principais cidades do interior como Iranduba e Presidente Figueiredo, Estados como Rio de Janeiro e São Paulo e países como Estados Unidos e Austrália. Uma das empresas que se preparam para alçar voos maiores é o Grupo especializado em pratos regionais Waku Sese.

Hoje, com 13 unidades em Manaus, entre quiosques, cafés e restaurantes, a marca que tem o açaí como carro-chefe, acerta os últimos detalhes  para abrir duas unidades no Sudeste do País, uma em São Paulo e outra no Rio de Janeiro.      


“Após 13 anos mantendo o negócio na família, resolvemos profissionalizar o Waku Sese. Nossa meta é até 2016 abrir 50 franquias em todo o País. Já temos franqueados interessados   em Salvador, Cuiabá, Fortaleza, Joinvile, Vitória e Porto Alegre “, adianta o superintendente do grupo. Mauro Souza.

Mas o Brasil não é o limite do grupo. Segundo Mauro, até o ano que vem,  os quiosques de açaí  devem estar funcionando em Aruba, na Flórida (Estados Unidos) e em Sidney, na Austrália.

“Para tingir a meta,  oferecemos, além de uma franquia lucrativa,  a oportunidade de o franqueado adquirir ações no grupo”, ressalta. Quer conhecer mais sobre esta e outras franquias ou se informar sobre o innvestimento necessário para se tornarum franqueado? Leia a reportagem completa no Jornal A Crítica deste domingo (página D1)

Publicidade
Publicidade