Sexta-feira, 19 de Julho de 2019
Notícias

Protótipo que leva couro de pirarucu nos bancos é destaque no Salão do Automóvel 2014

Modelo 208 Natural da Peugeot é uma das atrações que chamam a atenção dos visitantes do salão, que este ano apresenta 500 veículos de 41 marcas



1.gif O 208 Natural é um protótipo da Peugeot que leva couro de pirarucu em sua composição
01/11/2014 às 10:03

O pirarucu da Amazônia está em exposição na edição deste ano do Salão Internacional do Automóvel de São Paulo. Mais precisamente nos assentos do modelo 208 Natural da Peugeot, confeccionados com o peixe amazônico. O protótipo desenvolvido totalmente no Brasil é uma das atrações que chamam a atenção dos visitantes do salão, que este ano apresenta 500 veículos de 41 marcas no Pavilhão de Exposições do Anhembi. Desse total, 150 são lançamentos. Um verdadeiro deleite para os amantes de automóveis.

A abertura oficial do evento para o público aconteceu na última quinta-feira, 30, mas dois dias antes um grupo de jornalistas foi apresentado as novidades da 28º edição de um dos cinco maiores salões do mundo. A expectativa da organização é que 750 mil pessoas visitem o local até o seu encerramento, marcado para o próximo dia 9.

AMBIENTALISTA

O conceito do 208 Natural da Peugeot tem como base o 208 Allure e conta com uma série de itens produzidos a partir de fontes renováveis, trabalhadas localmente e de maneira conjunta com parceiros dos mais variados segmentos. Os bancos são em couro bovino natural com taninos vegetais e aplicações decorativas em couro de pirarucu de manejo sustentável – elemento também aplicado no painel de instrumentos e nos apoios de braços das portas.

Inserido pela primeira vez no universo automotivo, esse couro natural exótico teve sua exploração regularizada junto aos órgãos governamentais e associações de proteção à natureza, a fim de assegurar a preservação do pirarucu. A partir do trabalho de manejo e pesca responsável já existente foi criada uma cadeia de reaproveitamento das peles, antes descartadas, que dão origem a esse tipo de couro.

“A Peugeot sempre teve em seus valores a preocupação com o desenvolvimento sustentável, por isso tem investido constantemente em tecnologias para reduzir as emissões de poluentes e o consumo de combustível. Além disso, temos um amplo projeto de reflorestamento na Amazônia brasileira, que já soma mais de dois milhões de árvores plantadas. Reunimos, então, essas duas realidades para conceber o conceito 208 Natural”, afirma o diretor geral da Peugeot do Brasil, Miguel Figari.

Supermáquinas

O modelo 208 Natural não está à venda, mas quem tiver R$ 3,5 milhões sobrando pode comprar o carro mais caro em exposição no Salão do Automóvel 2014: o 918 Spyder, superesportivo híbrido alemão com potência de 887 cavalos. Trata-se do Porsche mais potente da história e entrega aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 2,6 segundos. Tudo isso com consumo médio de até 33 km/l. Parte da estrutura é de fibra de carbono, como em carros de competição.

As supermáquinas, aliás, são umas das principais atrações do Salão. Não tem como não se impressionar com a beleza de modelos como os esportivos Camaro Z28 e Corvette Stingray, expostos no estande da Chevrolet. Já no espaço da Fiat, o visitante tem a oportunidade de ver de perto dois belos exemplares: uma Ferrari 458 Speciale e uma Maserati Quattroporte. Enquanto o primeira custa R$ 2,3 milhões, o segunda é um pouco mais barato, sai por R$ 1 milhão.

Novidades

Mas não são só os carros na casa dos milhões de reais que fazem parte do Salão. As montadoras apresentam seus futuros lançamentos e protótipos. Um dos campeões de vendas da Hyundai, por exemplo, o HB20, ganha seu protótipo esportivo, o R-Spec, que pode indicar uma futura reestilização do modelo.

Criado especialmente para o salão, ele conta com itens externos estilizados, seguindo o novo conceito de design global da Hyundai chamado Escultura Fluida 2.0. Segundo os diretores da montadora, a recepção por parte do público durante o evento pode fornecer indicações para a Hyundai sobre próximas inovações a serem, em um momento futuro, incorporadas aos modelos regulares de produção.

Uma das estrelas desta edição trazidas pela Renault é o showcar Duster Oroch, desenvolvido pelo Renault Design América Latina (RDAL), uma interpretação da marca de uma picape derivada de um SUV (Sport Utility Vehicle) com amplo espaço para cinco pessoas. Já a picape S10 High Country é o carro conceito apresentado pela Chevrolet. Trata-se de uma versão mais luxuosa do modelo que recentemente recebeu um novo motor 2.5 Flex.

A Fiat, por sua vez, mostra o 500 Abarth. Equipado com um motor 1.4 turbo, de 167 cv, o esportivo será lançado em novembro por pouco mais de R$ 80 mil. Já a Mini apresentou a versão de quatro portas do Mini Cooper, cujas vendas no Brasil estão previstas para começar no início de 2015.

*O jornalista viajou à convite da Anfavea

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.