Publicidade
Cotidiano
Notícias

Psol anuncia que vai concorrer ao governo do Amazonas em 2014

Ex-reitor da Ufam Alcebíades Oliveira é apresentado na CMM como pré-candidato ao Governo do Estado na eleição de 2014 26/07/2013 às 08:35
Show 1
Senador Randolfe Rodrigues participou ontem de evento do Psol na CMM. Ele é cogitado para concorrer a Presidência
Kleiton Renzo Manaus (AM)

O professor aposentado e ex-vice-reitor da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Alcebíades Oliveira, foi apresentando nessa quinta-feira (25) na Câmara Municipal de Manaus (CMM) pelo senador Randolfe Rodrigues (Psol-AP) como nome da sigla para a disputa ao governo do Estado nas eleições do próximo ano. Com o nome de Alcebíades sobe para cinco os possíveis candidatos à cadeira hoje ocupada pelo governador Omar Aziz (PSD).

Na segunda-feira, o vice-prefeito e secretário de Infraestrutura de Manaus (Seminf), Hissa Abrahão (PPS), afirmou que será candidato ao governo. Hissa recebeu o apoio do prefeito Artur Neto (PSDB) na empreitada. O vice-governador José Melo (PMDB) e a secretária de governo de Omar, deputada Rebecca Garcia (PP), também são virtuais pré-candidatos. O único que se mantém calado, e figura  como pré-candidato  é o senador Eduardo Braga (PMDB).

“Quero cumprimentar nosso companheiro Alcebíades, nosso candidato a governador daqui do Amazonas pelo PSOL”, disse o senador Randolfe Rodrigues. Para logo depois ser corrigido pela plateia. “Nosso futuro candidato a governador do Amazonas”, corrigiu-se Randolfe.

A correção se deve pela legislação eleitoral que proíbe o lançamento de campanha antes dos prazos estabelecidos para desincompatibilização e convenções eleitorais, sob pena de terem complicações com o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM). “O partido está se reorganizando no Amazonas e por isso esta definição (nome do candidato) é em debate que ainda devemos travar avaliando o nome do professor Alcebíades e de outros companheiros”, disse o senador.

Disputas

No ano passado, o Psol abriu mão de lançar candidato à prefeitura de Manaus e se coligou com o PSB do ex-prefeito Serafim Corrêa para a disputa no primeiro turno. No segundo turno, onde disputaram Artur Neto (PSDB) e a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB), o partido preferiu não participar do processo  eleitoral.

Para as eleições ao governo do Amazonas em 2014, segundo Alcebíades Oliveira, o PCB será “novamente convidado a conversar”. “Nós temos uma boa relação com o PCB”, disse. No Amazonas, o PCB tem como uma das referências o microempresário Luiz Navarro.

Em 2010, o Psol conseguiu eleger os deputados federais Iran Valente (Psol-SP), Chico Alencar (Psol-RJ) e Jean Wyllys (Psol-RJ). Nas assembleias estaduais o partido tem quatro deputados: Marcelo Freixo e Janira Rocha da ALE do Rio de Janeiro, Edmilson Rodrigues no Pará e Carlos Gianazzi em São Paulo.

Para as eleições presidenciais no próximo ano, o nome do senador Randolfe Rodrigues é cogitado nos bastiddores como a aposta do Psol. Questionado sobre a indicação, ele não confirmou e nem negou. “Isso é uma coisa que o partido vai ter que discutir. Mas eu estou a disposição da minha legenda”, disse Rodrigues.

Momento de Organizar

A exemplo do que estão dizendo os outros nomes que figuram para a disputa pelo governo do Estado no próximo ano, o professor e Secretário de Organização do diretório municipal do Psol, Alcebíades Oliveira, afirmou que ainda é cedo para confirmar sua candidatura.

“O senador mesmo ressalvou isso e deixou claro que ainda vamos discutir no partido. Mais importante do que ter um nome para a disputa é organizar bem o partido, formar uma equipe qualificada e um bom plano de governo com pessoas competentes e preferencialmente das universidade”, disse Oliveira.

O professor afirmou ainda que o Psol tem “gabarito” para concorrer com os nomes já apresentados. “Estamos vivendo um novo momento político no País onde a sociedade colocou em xeque os nomes desses coroneis da política tradicional”, disse.

Publicidade
Publicidade