Publicidade
Cotidiano
Notícias

Quadrilha assalta banco e leva R$ 1 milhão em Lábrea (AM)

O bando estava fortemente armado com quatro fuzis calibre 762 e vestido com uniformes do Exército. Setes pessoas foram feitas reféns. Uma mega operação para prendê-los foi montada na área que compreende os estados do Acre, Rondônia e Amazonas 04/11/2013 às 21:11
Show 1
O grupo conseguiu fugir levando R$ 1 milhão, pertences e dinheiro pessoal das vítimas
OSWALDO NETO Manaus (AM)

Seis homens com uniformes do Exército e vestindo uma máscara balaclava roubaram aproximadamente R$ 1 milhão de uma agência do Banco do Brasil no município de Lábrea (distante 702 quilômetros de Manaus por via fluvial) na manhã desta segunda-feira (4), por volta das 11h. Sete pessoas foram feitas reféns, entre elas seis funcionários do banco e um cliente. O valor roubado foi confirmado pelo delegado do município, Bruno de Paula. 


De acordo com o 4º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Humaitá, os indivíduos estavam fortemente armados com quatro fuzis calibre 762 e fugiram em dois carros levando os sete reféns, além de uma quantia do banco ainda não divulgada, pertences e dinheiro pessoal das vítimas. Durante a fuga, os homens entraram em confronto com a polícia e chegaram a trocar tiros com os agentes, no entanto ninguém ficou ferido.


Segundo a PM, os assaltantes fugiram pela rodovia Transamazônica, que liga o município de Lábrea ao de Humaitá, e os reféns foram liberados no quilômetro 20 da estrada. Até o início da tarde desta segunda (4) todos os reféns já haviam sido liberados. Durante a perseguição, os assaltantes queimaram um dos veículos em uma ponte de madeira para dificultar o trabalho de perseguição da polícia, um automóvel modelo Ford Focus.

Os suspeitos seguiram em um carro de modelo Hilux cor preta, porém abandonaram o automóvel no meio do caminho e seguiram a pé floresta adentro. Uma mega operação foi montada na área que compreende os estados do Acre, Rondônia e Amazonas para prender os criminosos. Três viaturas da Polícia Militar de Humaitá participam das investigações, que também contam com a ajuda da polícia de Lábrea e militares dde Rondônia.


A rodovia BR-319, os ramais interligados por ela e o porto da cidade de Porto Velho (AC) foram bloqueados pela polícia. A busca pelos criminosos contou ainda com viaturas da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) e do Comando de Operações Especiais (COE), que possuem cães farejadores e helicóptero.

Fuga

Segundo o comandante do Comando de Policiamento do Interior (CPI), coronel Rommell Paulo, existe a suspeita dos indivíduos terem fugido em um hidroavião. De acordo com a corporação, a polícia do Acre também foi acionada e foi feito um bloqueio em vários aeroportos e pistas aéreas da região para capturar os suspeitos.

Contrariando a versão especulada pelo CPI, o 4º BPM afirma que alguns pescadores viram a quadrilha escapar por meio de uma voadeira e se infiltrando em igarapés da região. As buscas devem continuar no decorrer desta segunda (4).

Outros crimes

Pelo armamento pesado, o traje usado para impedir a identificação e modus operandi da quadrilha, a polícia acredita que os assaltantes tenham envolvimento na explosão de um carro-forte da empresa Prosegur na última terça-feira (28). Na ocasião, os bandidos portavam fuzis de calibre 765 e tentaram roubar a quantia de R$ 800 mil no quilômetro 110 da BR 319, região do município de Canutama.

Publicidade
Publicidade