Sábado, 31 de Julho de 2021
Situação de emergência

Quatorze municípios do AM estão em estado de emergência por causa da cheia

Ações como entrega de cestas básicas, orientação às prefeituras, instalação de abrigos, implantação de estação de tratamento de água móvel, kits de higiene, dormitório e redes, entre outros, foram realizadas pela Defesa Civil do Amazonas



show_enchente_3FA9677D-9871-4806-8A5F-DDBA4CE696F7.jpg Foto: Arquivo A CRÍTICA
30/04/2021 às 14:24

Quatorze municípios do Amazonas estão em estado de emergência devido a subida das águas, conforme destacou a Defesa Civil do Estado, durante o 2º Alerta de Cheias Manaus 2021 realizado, nesta sexta-feira (30), pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM). As calhas mais afetadas, até o momento, estão o Juruá, Purus e Madeira e segundo levantamento do órgão, 108.157 pessoas foram afetadas pela cheia, deste ano, nestas três regiões.

Durante o alerta, foi informado que o nível do Rio Negro pode ultrapassar os 30 metros já nos próximos dias.

Trinta e um municípios, incluindo Manaus, estão em estado de alerta, duas cidades seguem em situação de atenção e quinze municípios apresentam normalidade para o período. Segundo o secretário adjunto da Defesa Civil do Amazonas, tenente-coronel Clóvis Araújo Pinto, o Estado investiu R$ 67 milhões em ações de respostas durante a enchente de 2021. Quase R$ 2 milhões já foram repassados aos municípios por meio de convênio.

“Nós temos o entorno de R$ 5 milhões a serem repassados aos municípios e nós já atendemos 50 mil pessoas. Todas essas ações já feitas estão na ordem de R$ 67 milhões”. Ainda conforme o balanço da Defesa Civil do Amazonas, feito nesta sexta-feira, ações como entrega de cestas básicas, orientação às prefeituras, instalação de abrigos, implantação de estação de tratamento de água móvel, kits de higiene, dormitório e redes, entre outros, foram realizadas pelo órgão.

“Vale lembrar que esse acompanhamento tem sido diário. Nós temos, em cada calha, um responsável para fazer o contato com as coordenadorias municipais e essas coordenadoria já nos passam os enfretamentos nas áreas de educação, saúde, agricultura, e a partir disso, nós começamos os planejamentos necessários para a complementação das ações feitas pelo o município”.

Entre outras ações realizadas pelo Governo do Amazonas e apontados pelo tenente-coronel Clóvis Araújo Pinto estão: emissão de documentos, R$ 20 milhões em crédito solidário, entrega de medicamentos e vacina, ações de fortalecimento ao setor primário e outros.

Em relação à capital amazonense, a Prefeitura de Manaus está monitorando 15 bairros da área urbana e 17 da zona rural ribeirinha. O comitê de pronta-resposta da “Operação Cheia 2021” atua no plano de ações emergenciais para minimizar os impactos desses moradores de áreas afetadas pelo rio Negro.

 “Neste alerta já temos um prognóstico mais perto da realidade que enfrentaremos na cheia deste ano. Com isso, há um planejamento para trabalharmos com a cota acima de 30 metros, com vários pontos de alagações”, ressaltou o secretário executivo da Defesa Civil, coronel Fernando Júnior.

Com a previsão de uma cheia história o comitê está realizando construção de meios de acesso (passarelas e pontes); cadastramento para entrega de donativos; limpeza dos ambientes poluídos, incluindo a coleta e destinação dos resíduos sólidos; descontaminação de vias públicas no centro comercial de Manaus; e a desratização e desinsetização dos bairros atingidos.

Conforme o estudo realizado pelo Executivo Municipal, na região urbana os bairros atingidos devem ser o Tarumã, Mauazinho, São Jorge, Educandos, Raiz, Betânia, Presidente Vargas, Colônia Antônio Aleixo, Aparecida, Centro, Santo Antônio, Cachoeirinha, Glória, Compensa e Puraquequara.

Na região rural ribeirinha, a Defesa Civil monitora as comunidades Nova Canaã do Aruau, São Francisco do Aruau, Lindo Amanhecer, São Sebastião do Cuieiras, São Francisco do Chita, Bela Vista do Jaraqui, Nova Jerusalém do Minpidiau, São Sebastião do Tarumã-Mirim, Agrovilla, Cueiras do Tarumã-Açu, Nova Esperança do Apuau, Santa Isabel do Apuau, Nova Aliança do Apuau, União e Progresso, São Francisco do Tabocal, São Raimundo e o assentamento Nazaré.



News karol 2d8bdd38 ce99 4bb8 9b75 aaf1a868182f
Repórter de Cidades
Jornalista formada pela Uninorte. Apaixonada pela linguagem radiofônica, na qual teve suas primeiras experiências, foi no impresso que encarou o desafio da prática jornalística e o amor pela escrita.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.