Sexta-feira, 19 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Notícias

Quatro homens envolvidos no assalto à Funasa são presos pela Polícia Civil em Manicoré

O assalto ocorreu na sede o órgão em Manaus no mês de fevereiro. Além de dinheiro, os assaltantes levaram revólveres e coletes à prova de balas


04/04/2015 às 15:23

Quatro homens, cujas identidades não foram divulgadas, foram presos na madrugada deste sábado (04), no município de Manicoré (a  332 quilômetros em linha reta), suspeitos de integrarem a quadrilha que arrombou um caixa eletrônico e roubou armas, coletes balísticos  e até equipamentos de informática pertencentes a Fundação Nacional de Saude (Funasa), localizada no bairro da Glória, na Zona Oeste, em fevereiro deste ano.

Além da Funasa, quadrilha também é suspeita de ter realizado outros assaltos em Manaus, como em agência do Banco do Brasil, na avenida Tefé, na Cachoeirinha, Zona Sul, e de estar planejando um outro assalto a um banco de Manicoré. Segundo informações da Polícia Civil, a Delegacia Especializada em Roubos e Furtos (DERF), comandada pelo delegado Adriano Félix, vinha investigando os suspeitos há pelo menos dois meses.

A polícia também informou que os criminosos possuem articulações foram da capital, já que dois dos presos são da cidade de Joinvile, em Santa Catarina. Os outros dois são de Manaus e Careiro Castanho.

O quarteto desembarcou na capital no início da tarde deste sábado, no aeroporto Eduardinho, no Tarumã, Zona Oeste, escoltados pelos policiais da DERF e Grupo Fera. De lá, eles seguiram para a Delegacia Geral, no Dom Pedro, na Zona Centro-Oeste, para serem identificados e qualificados.

Os quatros suspeitos serão apresentados na próxima segunda-feira (06), na sede Delegacia Geral, durante uma coletiva para a imprensa. No local, o delegado titular da DERF, Adriano Félix, vai esclarecer sobre as investigações que levaram às prisões dos suspeitos.

Assalto à Funasa

O assalto à Funasa aconteceu no dia 19 de fevereiro deste ano. Na época, de acordo com o superintendente do órgão, Edimar Alves Pinto, pelo menos 10 homens teriam  participado do roubo. Segundo  Edimar Alves, a ação dos bandidos teria iniciado na avenida Major Gabriel, Praça 14 de Janeiro, Zona Sul, quando dois veículos,  um Celta e um  Voyage, interceptaram uma viatura da empresa de segurança que presta serviço ao órgão, e foram  até a Funasa.

No local, os bandidos renderam os seguranças e os trancaram em um banheiro, por mais de 3 horas. Depois disso, eles arrombaram  um caixa eletrônico, abriram uma central de auto atendimento com um maçarico, levaram dinheiro, cinco revólveres calibre 38 e cinco coletes balísticos completos, além de roubarem equipamentos de informática. A quadrilha também danificou vários computadores.

publicidade
publicidade
Em Parintins, Boi Boiola realiza chegada das itens no próximo dia 28
Bolsonaro e Paulo Guedes se contradizem ao falar sobre Zona Franca de Manaus
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.