Publicidade
Cotidiano
Notícias

Quatro nomes estão na corrida para vaga de delegado geral com a saída de Orlando Amaral

Ministros do STF decidiram ser inconstitucional 124 comissários agirem como delegados no AM, incluindo o atual delegado geral. Com a mudança, novos assumirão delegacias e a cúpula da DG 28/09/2015 às 09:03
Show 1
Frederico Mendes, Fernando Bezerra, George Gomes e Raimundo Acioly, nesta ordem
Janaína Andrade Manaus

O delegado-geral adjunto, Raimundo Nonato de Souza Acioly, é o mais cotado para assumir o posto maior da Polícia Civil do Amazonas – de delegado-geral. Isso porque o titular da vaga, delegado Orlando Amaral, foi afastado por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que julgou inconstitucional lei estadual que promoveu comissários de polícia a delegados.

Além de Acioly, outros três delegados são apontados como candidatos a vaga – George Gomes, hoje responsável pelo 12° Distrito Integrado de Polícia (DIP) e pela Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD); o secretário do Gabinete de Gestão Integrada da Polícia Civil (GGI/SSP), Frederico Mendes; delegado Fernando Bezerra, titular do 15° DIP.

Anúncio

De acordo com o secretário de Segurança Pública do Estado (SSP-AM), Sérgio Fontes, algumas indicações foram feitas ao governador José Melo (Pros), responsável pela escolha, e o anúncio do novo delegado-geral acontece ainda nesta semana. “Já demos alguns nomes como sugestões para o governador e ele está avaliando qual é a melhor opção. É uma escolha dele e ele vai anunciar logo”, garantiu Fontes.

Cotação

Favorito ao cargo, Acioly traz em seu currículo 20 anos de Polícia Civil, com passagens pelo 9º DIP e a hoje extinta Delegacia Especializada em Combate às Galeras (DECG). Também foi de 2011 a 2014 coordenador da Força-Tarefa da SSP-AM. O delegado-geral-adjunto foi condecorado ainda com a maior honraria conferida pela Polícia Militar do Amazonas, a “Medalha Tiradentes”, pela sua atuação no combate ao crime organizado.

Procurado pela reportagem, o delegado Acioly foi econômico nas palavras quando questionado sobre a indicação de seu nome para o cargo de delegado-geral da PC-AM. “Olha, eu prefiro não comentar isso agora. Essa escolha é uma prerrogativa do governador. Mas preparado eu me sinto, com certeza. Entretando o governador é livre para escolher”, declarou o delegado-geral-adjunto da Polícia Civil.

Preparado

O delegado George Gomes iniciou a carreira em dezembro de 2001, como titular do então 4º DP, depois foi conduzido dois anos depois ao 8º DP (Zona Oeste) e já foi secretário-executivo-adjunto de Segurança Pública. Ao logo desses anos, já assumiu a titularidade de alguns Distritos Integrados de Polícia e de delegacias especializadas, como a DERFV e da extinta de Combate às Galeras. Fora da Polícia Civil ele foi diretor-executivo do Sistema nacional dos Portos e Hidrovias (SNPH) e já foi cedido ao Governo de Roraima na gestão da mudança administrativa promovida no Detran daquele estado.

“Acho que hoje, independente da decisão do governador, vivemos um momento crucial para a segurança pública, cabe a ele escolher um nome que tenha experiência administrativa, operacional e política. É na crise que se revelam os verdadeiros profissionais e me sinto preparado caso seja escolhido pelo governador”, disse Gomes.

Contatos

A reportagem entrou em contato com o delegado de polícia, Frederico Mendes, por intermédio do número 984xxxx97, mas não foi atendida. O mesmo ocorreu nas tentativas de falar com o delegado Fernando Bezerra, no telefone 982xxxx48.

Publicidade
Publicidade